Meteorologia

  • 22 JULHO 2018
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 20º

Edição

Antes da aventura russa: Os craques da Seleção Nacional avaliados à lupa

Gonçalo Guedes, Bruno Fernandes e Cristiano Ronaldo estiveram em evidência no embate com a Argélia.

Antes da aventura russa: Os craques da Seleção Nacional avaliados à lupa
Notícias ao Minuto

08:09 - 08/06/18 por Fábio Aguiar

Desporto Análise

Portugal passou com distinção no último teste antes da estreia no Mundial, frente à Espanha. Os campeões da Europa venceram a Argélia, por 3-0, e, sobretudo, convenceram. Gonçalo Guedes foi a figura maior, ao apontar dois golos, Bruno Fernandes estreou-se a marcar pela Seleção e espalhou 'perfume' pelo relvado da Luz e Cristiano Ronaldo voltou a provar que tem poderes para transformar esta equipa. 

Avaliação individual:

Rui Patrício - Foi uma das novidades no onze, recebeu uma das ovações da noite e demonstrou a segurança habitual. A incapacidade ofensiva da Argélia permitiu-lhe ter um jogo tranquilo e só aos 72' minutos foi obrigado a aplicar-se para parar o remate de Bounedjah.

Cédric - Se nenhum imprevisto ocorrer, será mesmo o dono da lateral direita no Mundial. Eficaz a defender e empenhado a atacar, o defesa do Southampton impediu Brahimi de fazer estragos e ainda tirou alguns cruzamentos que levaram perigo à baliza argelina.

Pepe - É o patrão desta defesa portuguesa. Bem fisicamente, o central do Besiktas resolveu todos os problemas e, juntamente com Bruno Alves, conseguiu anular de forma exemplar uma ameaça chamada Islam Slimani.

Bruno Alves - Somou os primeiros minutos deste conjunto de três jogos particulares da Seleção Nacional e nunca comprometeu. O conhecimento profundo do jogo de Pepe voltou a estar patente. Acabou substituído por José Fonte aos 56' minutos.

Raphael Guerreiro - Depois de uma época atormentada por lesões, o lateral do Borussia Dortmund apresenta-se agora num grande momento. Sempre em alta velocidade pelo corredor esquerdo, o jovem 'colocou' Mahrez no bolso e foi um quebra cabeças para a defesa argelina. Assistiu ainda Gonçalo Guedes para o 3-0.

William Carvalho - Importante na forma como estancou o jogo ofensivo da Argélia, o médio do Sporting foi determinante na forma como, com uma grande passe de longa distância, descobriu Bernardo Silva no lance do primeiro golo da equipa das quinas.

João Moutinho - É, de facto, um verdadeiro relógio suíço, daqueles que, não sendo muito vistosos, são extremamente certos. Foi o homem dos equilíbrios, auxiliou William sempre que foi necessário e conseguiu ainda marcar a diferença na primeira fase de construção de Portugal.

Bruno Fernandes - Que jogo do médio leonino! Inserido numa dinâmica ofensiva de constantes trocas de posição, o camisola 16 funcionou como terceiro médio e, por vezes, como segundo avançado. Estreou-se a marcar pela Seleção com um golaço de cabeça e espalhou 'perfume' pelo jogo luso. Um craque a reclamar um lugar no onze.

Bernardo Silva - Aquele pé esquerdo já nos habituou a lances de magia, mas na Luz aquele que um dia foi chamado de 'Messi do Seixal' fez a diferença... de cabeça. Foi assim que serviu Guedes para o golo inaugural e também foi da sua imaginação que nasceram lances perigosos para a baliza da Argélia. Se CR7 é indiscutível, Bernardo Silva cada vez está mais perto de o ser também.

Cristiano Ronaldo - Esta seleção transforma-se com a presença do capitão! A aura que acrescenta à equipa catapulta-a para outros patamares e neste teste voltou a provar que, mesmo não marcando, faz a diferença. Obrigou Salhi a aplicar num livre direto (51'), perdeu de novo o duelo com o guarda-redes argelino no minuto seguinte e à passagem da hora de jogo tentou um golo acrobático que iria seguramente 'levantar' o estádio. Muito da trajeto de Portugal no Mundial vai depender do melhor do Mundo.

Gonçalo Guedes - A grande figura do encontro! Apareceu como titular e justificou completamente a aposta do selecionador. Irreverente no ataque, inaugurou o marcador num lance em que foi oportuno e fixou o resultado com uma forte entrada de cabeça, ao primeiro poste. Uma exibição notável que lhe permitiu ganhar pontos a André Silva na luta por um lugar no onze.

José Fonte - Foi lançado para o lugar de Bruno Alves e acrescentou frescura ao setor recuado. Promete discutir a titularidade ao lado de Pepe.

Mário Rui - Entrou juntamente com Fonte e ocupou o lugar de Raphael Guerreiro no lado esquerdo da defesa. Tentou apoiar o ataque e mostrou-se concentrado no processo defensivo.

Adrien Silva - Cerca de meia hora em campo bastou para acrescentar frescura e qualidade na posse de bola. Substituiu William Carvalho e poderá mesmo ser alternativa ao médio do Sporting na posição 6.

Ricardo Quaresma - Recebeu a terceira grande ovação da noite, apenas atrás de CR7 e Rui Patrício. Tal como sempre acontece, o Mustang desequilibrou e encheu de entusiasmo as bancadas. Ainda tentou 'picar' a bola sobre Salhi, nos instantes finais, mas falhou o alvo.

André Silva - Entrou para o último quarto de hora, para o lugar de Ronaldo, e teve pouco tempo para mostrar serviço. Até ao embate com a Espanha, o avançado irá seguramente batalhar com Guedes pela titularidade.

João Mário - Foi apenas lançado nos últimos 15 minutos, mas foi a tempo de fazer o gosto ao pé, aos 82' minutos, mas o árbitro, após a sinal do VAR, anulou-lhe o golo devido a um braço na bola de Guedes no início da jogada.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.