Meteorologia

  • 19 SETEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 16º

Edição

"Se os jogadores forem jogar a final da Taça são uns autênticos heróis"

Rogério Alves comentou o clima de tensão que se vive no Sporting.

"Se os jogadores forem jogar a final da Taça são uns autênticos heróis"
Notícias ao Minuto

12:46 - 16/05/18 por Notícias Ao Minuto 

Desporto Rogério Alves

O ex-presidente da mesa da Assembleia Geral, Rogério Alves, comentou esta quarta-feira todo o clima de tensão, crispação e tristeza que se vive no Sporting. Começando pelas buscas na SAD, devido à alegada corrupção no andebol, o antigo dirigente dos leões classifica o momento “negativo.

“É um acontecimento negativo e o início de um processo que só irei comentar quando tiver conhecimento do processo. Temos de aguardar. Mas obviamente que não é uma boa notícia, obviamente que é algo negativo. Qualquer clube que viole as regras tem de ser sancionado. Não posso dizer mais nada porque não sei de maus nada”, começou por dizer em declarações à Sport TV.

Quanto ao terror vivido esta terça-feira por jogadores, equipa técnica e membros do staff em Alcochete, Rogério Alves não tem dúvidas.

“Foi o dia mais vergonhoso, mais negro e mais lamentável da história do Sporting. O Sporting tem 112 anos de vida e espero que isto não aconteça nos próximos 224 anos. Trata-se de um ato que tem de ser tratado no âmbito do direito penal. É um dia que não tem nada a ver com o que 3,5 milhões de sportinguistas pensam ser o seu clube. Isto tem de nos fazer reunir, serenar, refazer energias para enfrentarmos algo que está à nossa frente que é a final da Taça de Portugal”, apelou Rogério Alves.

“[Os jogadores] Podem ter alguns traumas. Mas estou confiante que ainda haverá algum tempo para recarregar energias. Se estes jogadores conseguirem ganhar a Taça de Portugal vão ser uns autênticos heróis. Só o facto de irem jogar, se tiverem essa coragem, essa força interior, essa capacidade de ir à luta, vão ser vistos como heróis. Não tenho dúvidas”, salientou.

Rogério Alves acredita que “existem motivos” para haver rescisões unilaterais por parte dos jogadores e “espera que o Sporting não sofra prejuízos graves com estas atitudes”.

Quanto à reação de Bruno de Carvalho a toda esta situação, o ex-presidente da mesa da Assembleia Geral do Sporting foi perentório.

“Não foi ajustada para o momento. Nem de perto, nem de longe. Ele tem de repudiar tudo o que aconteceu e apoiar em tudo os jogadores. Foi uma reação inapropriada incapaz de refletir aquilo que tem de ser a reação de um clube face ao que foi um dos episódios mais lamentáveis que houve na história do Sporting. Foi uma reação muito aquém daquilo que deveria ter sido. Os órgãos sociais têm de assumir responsabilidades e trilhar um caminho para uma solução”, finalizou.

Aposte 20€ sem risco como o Porto vai ganhar 2 - 0 ao Schalke e ganhe 240€

Aposte 20€ sem risco como o Liverpool vai ganhar ao PSG por 2 - 1 e ganhe 156€

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório