Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2018
Tempo
27º
MIN 23º MÁX 29º

Edição

‘Querida Ijeawele' chega às livrarias para falarmos sobre feminismo

D.Quixote publica ‘Querida Ijeawele – Como Educar para o Feminismo’, o último livro da escritora Chimamanda Ngozi Adichie, que pretende alargar o debate sobre o feminismo e combater a desigualdade de género.

‘Querida Ijeawele' chega às livrarias para falarmos sobre feminismo
Notícias ao Minuto

20:05 - 07/03/18 por Pedro Bastos Reis 

Cultura Chimamanda

Na véspera do Dia Internacional da Mulher, chega às livrarias portugueses a obra ‘Querida Ijeawele – Como Educar para o Feminismo’ da autoria da nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie, publicado pela D. Quixote.

Depois de ‘Todos Devemos Ser Feministas’, um ensaio pessoal adaptado de uma conferência TED sobre a importância do feminismo, a D.Quixote volta a publicar um ensaio da reputada escritora nigeriana .

‘Querida Ijeawele – Como Educar para o Feminismo’ surgiu depois de uma amiga da autora lhe perguntar qual a melhor forma de educar a filha como feminista. Chimamanda aceitou a “tarefa demasiado grande” e, num texto intimista, deixa 15 sugestões a Ijeawele.

"Ensina à tua filha que a ideia 'papéis para cada género' é uma tolice”,  “ensina a tua filha a rejeitar o desejo de agradar” ou "ensina-a a questionar a linguagem" são apenas algumas deles. 

Notícias ao Minuto‘Querida Ijeawele – Como Educar para o Feminismo’, publicado pela D. Quixote, já se encontra à venda nas livrarias portuguesas© D.R

Com este texto, Chimamanda Ngozi Adichie pretende questionar a desigualdade de género e “fortalecer as novas gerações de mulheres e proporcionar-lhes as ferramentas para crescerem com um maior sentido de identidade e independência”, como afirma a D. Quixote em comunicado.

Apesar de dirigido à sua amiga e às mulheres em particular, ‘Querida Ijeawele – Como Educar para o Feminismo’ não é destinado apenas ao sexo feminino. É um ensaio dirigido para todos, incluindo os homens, para que o mundo seja um lugar de inclusão e não de exclusão com base no género.

“Penso que é moralmente urgente ter conversas francas sobre como criar as crianças de modo diferente, sobre como tentar criar um mundo mais justo para as mulheres e os homens”, escreve Chimamanda na introdução do livro que acaba de ser publicado.

Para além de ‘Querida Ijeawele – Como Educar para o Feminismo’, a D.Quixote tem, no seu catálogo, ‘Todos Devemos Ser Feministas’, ‘Americanah’ e ‘A Coisa À Volta Do Teu Pescoço’, três das grandes obras de Chimamanda Ngozi Adichie.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório