Meteorologia

  • 19 DEZEMBRO 2018
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 16º

Edição

Novo CD de Cristina Bacelar 'Nem Tudo é Fado' é editado sexta-feira

O novo álbum de Cristina Bacelar, 'Nem Tudo é Fado', inclui versões de fados de Beatriz da Conceição e Amália Rodrigues, e temas inéditos de sua autoria, é editado na sexta-feira.

Novo CD de Cristina Bacelar 'Nem Tudo é Fado' é editado sexta-feira
Notícias ao Minuto

09:40 - 22/02/18 por Lusa

Cultura Música

Cristina Bacelar, cantora, guitarrista, compositora e letrista, que fez parte dos projetos Frei Fado D'El Rei e As Três Marias, assina a produção e os arranjos dos fados e dos temas originais do CD, editado pela Sony Music.

Dos dez temas que constituem o álbum, dois são do repertório de Amália Rodrigues, "Lágrima" e "Perseguição", um do de Beatriz da Conceição, "Meu Corpo", e um da banda sonora do filme "A Severa" (1930), de José Leitão de Barros, "Novo Fado da Severa", interpretado por Dina Tereza.

'Meu Corpo', de José Carlos Ary dos Santos e Fernando Tordo, abre o CD, que inclui ainda os temas 'Larala!', 'Já Não Sei das Palavras' e 'Fado de Papel', todos com letra e música de Cristina Bacelar, 'Não é amor(...) É Só Alma', letra da intérprete que a gravou na melodia do Fado Carriche, de Raul Ferrão, também 'Não Hesitava um Segundo', de Tozé Brito, do repertório de Ana Moura, e o instrumental 'Paris, às Vezes', de Bacelar.

"Neste álbum, o xaile negro do fado e o 'mantón de manila' do flamenco vestem-se na cidade invicta, através da voz e da guitarra de Cristina Bacelar", afirma a discográfica em comunicado, referindo que "O fado é aqui revisitado de forma original e arrojada, pincelado com os tons coloridos da bossa nova e do jazz, num cruzamento entre guitarra flamenca, guitarra portuguesa, percussões e saxofone".

Cristina Bacelar, que se acompanha à viola, conta com a participação dos músicos Armando Ribeiro (saxofone), Rui Pedro Claro (guitarra portuguesa) e Pedro Silva (percussão), e ainda José Lourenço ao piano, nos temas 'Laralai', 'Já Não Sei das Palavras' e 'Paris, às vezes', de Carlos Mangano, no baixo, em 'Paris, às vezes', e ainda Lourenço Ribeiro (violino), Hugo Diogo (violeta), e Vanessa Pires (violoncelo) em 'Fado de Papel'.

O álbum 'Nem Tudo é Fado' sucede a 'Descartabilidade' (2009), no qual Cristina Bacelar gravou excluisvamente poemas de Florbela Espanca.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório