Meteorologia

  • 18 FEVEREIRO 2018
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 12º

Edição

DGPC gastou mais de 100 mil euros em peças de arte para museus e palácios

A Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) gastou 101.518 euros em peças de arte antiga, moderna e contemporânea para coleções de museus e palácios nacionais, em 2017, indicou hoje à agência Lusa fonte deste organismo.

DGPC gastou mais de 100 mil euros em peças de arte para museus e palácios
Notícias ao Minuto

19:15 - 19/01/18 por Lusa

Cultura Balanço

Fora desde valor estão ainda os 5,55 milhões para a compra de seis quadros de Maria Helena Vieira da Silva (1908-1992) para o museu com o seu nome, em Lisboa, pagos aos herdeiros do colecionador Jorge de Brito (1928-2006).

De acordo com o gabinete de comunicação da DGPC, as aquisições vão desde pintura, escultura e fotografia a peças de loiça, compradas a colecionadores privados ou através de leiloeiras.

Na área da fotografia, foi adquirido um conjunto de quatro obras de artistas portugueses contemporâneos à colecionadora Isabel Vaz Lopes, que já se encontravam depositadas no Museu Nacional de Arte Contemporânea - Museu do Chiado, por 35.200 euros.

As obras adquiridas a Isabel Vaz Lopes são duas peças da série 'Shelter', de Augusto Alves da Silva, uma da série sem título de José Luís Neto, e 'Full Moon', de Júlia Ventura.

Por 30 mil euros, o colecionador Vitor Bandeira vendeu à DGPC a escultura 'Discípulo escutando Buda', que ficou inserido na coleção do Museu Nacional de Etnologia, onde também já se encontrava em depósito.

A DGPC comprou por 20 mil euros, a Alexandre Volta e Sousa, a pintura do século XVI 'Santiago e Doadora', pertencente ao círculo do artista espanhol Juan de Borgoña, para o Museu Nacional de Arte Antiga, em Lisboa, encontrando-se exposta nas salas de pintura europeia.

Para o Museu Nacional Soares dos Reis, no Porto, foi adquirida a pintura 'O vestido verde', de Aurélia de Sousa, por 7.500 euros, à colecionadora Maria José Pinto Terrão.

À leiloeira Renascimento, por 3.516 euros, foi comprada a peça 'Ballet', de Almada Negreiros, para o Museu Nacional do Teatro e da Dança, em Lisboa.

Foi ainda adquirida uma peça em loiça à Cabral Moncada Leilões, por 1.721 euros, para o Palácio Nacional da Ajuda, que também recebeu novas peças do serviço D. Amélia, por 573 euros, compradas à leiloeira Palácio do Correio Velho.

Também à Cabral Moncada Leilões foi adquirido um conjunto de peças para o Palácio Nacional de Mafra (casula, estola, manípulo e véu de cálice), por 1.106 euros, e, à colecionadora Luísa Maria Ramos Crick, uma fotografia de João Francisco Camacho, de 1888, por 700 euros, para o Museu Nacional de Arte Contemporânea - Museu do Chiado.

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.