Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2018
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 12º

Edição

Livraria Lello inaugura exposição com 400 bustos de rostos da cidade

A Livraria Lello, no Porto, inaugura hoje a instalação artística 'O Rosto do Porto', que consiste em 400 bustos de figuras da cidade, mais e menos conhecidas, quando se assinala o 112.º aniversário do espaço.

Livraria Lello inaugura exposição com 400 bustos de rostos da cidade
Notícias ao Minuto

07:16 - 13/01/18 por Lusa

Cultura Porto

A instalação, cujas esculturas foram levadas a cabo por Ester Monteiro, retrata em bustos de barro "anónimos e figuras conhecidas do Porto", numa celebração da cidade "através dos rostos de quem a faz, de quem a habita e a representa", explicou o Bairro dos Livros, que assumiu a responsabilidade artística do projeto.

Patente a partir das 10:00 de hoje, dia de aniversário para o qual está prevista a visita do ministro da Cultura, Luís Filipe de Castro Mendes, "O Rosto do Porto" conta com quatro centenas de retratos feitos entre novembro de 2017 e os primeiros dias de 2018.

A instalação reflete um trabalho de "cerca de 300 horas dedicadas à modelação dos bustos", realizada na própria Lello ou em vários estabelecimentos comerciais da cidade, como o Mercado do Bolhão.

Entre as figuras retratadas estão nomes como o autor Richard Zimler, o cineasta João Botelho, o arquiteto Siza Vieira e o encenador Nuno Carinhas, diretor artístico do Teatro Nacional São João, além do deputado do PS Alexandre Quintanilha e o médico e investigador Manuel Sobrinho Simões, diretor do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (Ipatimup).

Entre os anónimos, destacam-se os artistas urbanos Hazul, Mr. Dheo e Godmess, cuja identidade é desconhecida, mas também outras personalidade da cidade, como "Manel do Laço, o Sr. Alcino Sousa, do Bolhão, e a D. Hermínia, da clássica Taberna de Santo António".

As crianças também fazem parte das 400 caras portuenses, resultado de uma visita ao Colégio Nossa Sr.ª da Esperança.

Os bustos vão ficar instalados "nos nichos do piso superior da livraria", recuperados no âmbito do restauro que o estabelecimento tem atravessado nos últimos dois anos.

Segundo a administração da livraria portuense, composta por Aurora Pedro Pinto e José Manuel Lello, citada em comunicado, o projeto faz parte do esforço de celebração do património "material e imaterial" da Lello, através de um "recurso artístico que preserva para o futuro a memória das grandes figuras e personalidades de uma cidade".

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório