Meteorologia

  • 22 ABRIL 2018
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 16º

Edição

Orquestra Metropolitana dá dois concertos de Ano Novo em Lisboa

A Orquestra Metropolitana de Lisboa (OML) realiza, em 1 de janeiro de 2018, dois concertos de Ano Novo, em Lisboa, no Centro Cultural de Belém, às 11h30 e às 17h00, este já esgotado, foi hoje divulgado.

Orquestra Metropolitana dá dois concertos de Ano Novo em Lisboa
Notícias ao Minuto

14:49 - 13/12/17 por Lusa

Cultura CCB

Além de Lisboa, a OML, dirigida pelo maestro Sebastian Perlowski, volta a tocar o programa de Ano Novo em Almada, no Teatro Joaquim Benite, no dia 04 janeiro, no Barreiro, no Auditório Augusto Cabrita Barreiro, no dia seguinte, no Porto, no Coliseu Porto, no dia 06, e, pela primeira vez, na Figueira da Foz, no Centro de Artes e Espetáculos, no dia 07.

O programa do concerto inclui composições de Johann Strauss II, Piotr Tchaikovsky, Antonín Dvorák e Wojciech Kilar.

O concerto abre com "Capricho Italiano", de Tchaikovsky, e inclui, também deste compositor russo, Marcha, Valsa das Flores e Dança Russa "Trepak", do bailado "O Quebra-Nozes".

De Strauss II, serão interpretadas as polcas "Champanhe", "Eljen a Magyar! (Viva a Hungria!)", "Sob Trovões e Relâmpagos" e "Perpetuum mobile". De Dvorák, as Danças Eslavas n.º 7 e n.º 8, e, de Kilar, "Orawa", para orquestra de cordas.

O programa da Figueira da Foz, no dia 07 de janeiro, inclui ainda "Inês, poemeto sinfónico", de David de Sousa, compositor figueirense falecido há cerca de cem anos.

O maestro Sebastian Perlowski, de 37 anos, terminou com distinção o curso de direção no Departamento de Ópera e Orquestra Sinfónica da Academia de Música do Instituto de Jazz Karol Szymanowski, em Katowice, na Polónia, onde foi aluno de Jan Wincent Hawel e de Dariusz Janus.

O maestro frequentou cursos de técnicas de direção, sob a orientação de Jorma Panula, Jin Wang Adrian Gnam e Yuri Simonov.

Em 2012, foi finalista no Concurso Internacional para Jovens Maestros, organizado pela OML, e classificou-se em 3.º lugar no Prémio no Concurso Internacional para Jovens Maestros, em Bucareste.

No ano seguinte, um painel constituído por críticos, jornalistas e público nomeou-o "O Melhor Maestro da Ópera de Cracóvia dos Últimos Cinco Anos".

Em 2014, venceu os concursos internacionais de direção da Geórgia, nos Estados Unidos, e de Córdoba, em Espanha, e, nesse mesmo ano, foi o único candidato não asiático a ser selecionado para o II Concurso Internacional de Direção de Música Chinesa, realizado em Hong Kong, tendo recebido o Prémio Especial de Direção.

O maestro já dirigiu "a maior parte das orquestras da Polónia", segundo informação da OML, tendo também regido, entre outras, a Orquestra Chinesa de Hong Kong e a Filarmónica George Enescu de Bucareste.

Atualmente, é responsável pelas classes de Composição, Arranjo e "Big Band" da Academia de Música do Instituto de Jazz Karol Szymanowski, onde leciona as disciplinas de Contraponto, Instrumentação, Técnicas de Composição Contemporâneas e Direção de Música do século XX.

Sebastian Perlowski colabora regularmente com a Orquestra da Ópera de Cracóvia, na Polónia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.