Meteorologia

  • 21 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Prémio Nacional de Ilustração entregue a Fátima Afonso no Folio

A ilustradora Fátima Afonso recebeu hoje no festival literário Folio, em Óbidos, o Prémio Nacional de Ilustração, pelas ilustrações do livro "Sonho com asas", um trabalho que partiu de um desenho oferecido a uma amiga.

Prémio Nacional de Ilustração entregue a Fátima Afonso no Folio
Notícias ao Minuto

21:45 - 21/10/17 por Lusa

Cultura Distinção

"Sonho com asas", a obra vencedora da 21.ª edição do Prémio Nacional de Ilustração, "foi um trabalho muito particular, feito de uma forma diferente do habitual", disse à agência Lusa a ilustradora Fátima Afonso.

A autora constrói normalmente "as imagens a partir do texto", mas, neste caso, o processo foi ao inverso, partindo de uma amiga [Teresa Marques] que lhe pediu "um desenho e escreveu este texto a partir dele", explicou à Lusa.

O prémio atribuído pela Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), foi entregue por Silvestre Lacerda, durante a inauguração da PIM! -- Mostra de Ilustração para Imaginar o Mundo, integrada no Fólio Ilustra, capítulo do Festival Literário Internacional de Óbidos.

O júri destacou "as imagens de enorme valor poético e intensa carga metafórica" na obra em que a ilustradora "mobiliza uma paleta parda em tons pastel que viajam entre o ocre do sol e os azuis do céu e do mar".

Para a decisão do júri contribuiu também o facto de o livro estar "repleto de pormenores narrativos que convidam a uma leitura pausada e em profundidade", convocando o leitor para citações que remetem para a história da Arte Renascentista e "para uma enorme quantidade de metáforas visuais".

Silvestre Lacerda entregou ainda duas menções especiais. Uma a Catarina Sobral, autora das ilustrações do livro "Tão tão grande", publicado pela Orfeu Negro. Outra à dupla Tiago e Nádia Albuquerque, pelo livro "Sou o lince-ibérico: o felino mais ameaçado do mundo", com texto de Maria João Freitas e publicado pela Imprensa Nacional Casa da Moeda.

O Prémio Nacional de Ilustração vai na 21.ª edição e tem como objetivo reconhecer e incentivar o trabalho de artistas portugueses ou residentes em Portugal no domínio da ilustração.

Atribuído anualmente desde 1996, distingue um ilustrador pelo conjunto de trabalhos originais publicados num livro editado entre 1 de janeiro e 31 de dezembro do ano anterior ao concurso.

O valor do prémio é de 5.000 euros, acrescido de 1.500 euros destinados a apoiar uma deslocação à Feira Internacional do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha, Itália.

As menções especiais são também premiadas com 1.500 euros destinados a comparticipar a presença dos ilustradores na Feira do Livro de Bolonha.

Desde 2016 a entrega do galardão passou a ser feita em Óbidos, na inauguração da PIM! - Mostra Internacional de Ilustração, com a participação de 21 autores.

Entre os convidados estão nomes como Gémeo Luís, Rachel Caiano, Ana Biscaia, Catarina Sobral, Marta Madureira, André da Loba ou Sérgio Godinho, a mostrar a faceta de ilustrador.

Sob o tema 'Revoluções Revoltas e Rebeldias' o Folio, que na quinta-feira abriu portas, desenvolve-se em cinco capítulos - Autores, Folia, Educa, Ilustra e Folio Mais.

Vinte e nove mesas de autores, dez exposições, 15 conversas e um seminário internacional marcam o programa da terceira e mais internacional edição do festival que se prolonga até ao dia 29.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório