Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2017
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 18º

Edição

Miguel Araújo atua no Barbican Centre, em Londres, em setembro

O músico Miguel Araújo atua no dia 28 de setembro em Londres, no Barbican Centre, onde vai apresentar o seu mais recente álbum, "Giesta", o terceiro a solo, e nos coliseus do Porto e Lisboa, em novembro.

Miguel Araújo atua no Barbican Centre, em Londres, em setembro
Notícias ao Minuto

10:01 - 10/08/17 por Lusa

Cultura Concerto

Em declarações à agência Lusa, o músico disse que vai apresentar, na capital inglesa, o seu "concerto normal" para "um público que é português, pois há muitos portugueses a morarem em Londres, mais que em muitas cidades portuguesas".

"Vou lá dar o meu concerto normal, que dou aqui também, nem sei se é uma internacionalização, pois o meu público é português; o que há, é muitos portugueses a morarem em Londres", disse, recordando a sua estreia na capital inglesa, no ano passado, quando atuou para 300 pessoas na sala Under the Bridge, que esgotou, e, passado meia hora, teve de voltar a atuar.

Miguel Araújo realçou que, em termos melódicos, a sua música "é muito mais anglo-saxónica, e isso eles têm lá, não precisam de importar", mas gosta de ir a Londres e passear por locais que estão ligados a alguns dos músicos que o influenciaram como Elton John ou Paul McCartney, entre outros.

"A história da música que eu gosto ainda vive naquelas ruas" de Londres, afirmou, reconhecendo que a atuação no Barbican Centre pode chamar a atenção de outros públicos de Língua Portuguesa.

"A minha música tem como potencial público as pessoas que falam português, ou que entendam o português, mais do que isso acho que não", disse, referindo que fado e o folclore, géneros "de cariz genuinamente português", interessam a um público mais vasto.

Depois de Londres, Miguel Araújo tem agendado um concerto no Coliseu do Porto, no dia 04 de novembro, e outro no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, no dia 11, dois espetáculos onde conta "reunir vários amigos", com quem tem "partilhado palcos" e para quem tem composto, como Ana Moura, Ana Bacalhau, Carminho ou António Zambujo.

No Coliseu dos Recreios é uma estreia a solo, no do Porto, atuou a solo pela primeira vez em 2014, tendo a sala esgotado, e só por falta de agenda não fez um segundo espetáculo.

Nas duas salas quer fazer "uma festa de amigos", com músicas dos três álbuns, com uma maior incidência no "Giesta".

Para o Coliseu do Porto, há ainda a possibilidade de fazer uma segunda data.

Os dois concertos vão ser gravados em vídeo e áudio para posterior comercialização, adiantou o músico à agência Lusa.

Na capital inglesa, Miguel Araújo irá atuar em septeto, com Joana Almeirante (guitarra e voz), Pedro Santos (baixo), Diogo Santos (teclas e voz), Sofia Gomes (violoncelo), João Martins (clarinete) e Mário Costa (bateria).

Nos coliseus, o músico é acompanhado por estes seis músicos, mais um quarteto de sopros e Bruno Ribeiro, em vibrafone.

"Gosto sempre de ir tocar fora do país, e sinto-me completamente em casa pelo facto de serem portugueses que lá estão, senti isso em Macau, no Luxemburgo, na Suíça", afirmou, referindo como exceções as atuações que fez na Galiza, no noroeste de Espanha, "em que entendem muito bem o português e conhecem muito dos músicos portugueses", e no Rio de Janeiro, no Brasil.

"Giesta" é o terceiro álbum a solo da carreira de Miguel Araújo, que fez parte do coletivo Os Azeitonas. O músico, autor de canções como "Os Maridos das Outras", "Anda Comigo Ver os Aviões", ou "1987" e "Axl Rose", do seu mais recente álbum, tem composto para outros músicos.

Em parceria com António Zambujo esgotou por 28 vezes o Coliseu dos Recreios.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório