Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Rão Kyao apresenta novo álbum em digressão que passa por Espanha

Rão Kyao apresenta o seu mais recente CD, 'Aventuras da Alma', numa série de quatro concertos a iniciar-se no próximo dia 09 no Casino Estoril, onde partilha o palco com Cláudia Leal, e que passa por Espanha.

Rão Kyao apresenta novo álbum em digressão que passa por Espanha
Notícias ao Minuto

11:40 - 01/08/17 por Lusa

Cultura Música

No Casino Estoril, nos arredores de Lisboa, Rão Kyao (flauta) e a fadista Cláudia Leal partilham o palco do Lounge D, no âmbito do ciclo 'Quartas de Fado', e são acompanhados pelos músicos Diogo Lucena Quadros e Bernardo Romão, na guitarra portuguesa, e Luis Roquette, na viola.

O novo álbum de Rão Kyao, 'Aventuras da Alma', remete para uma festa de verão numa aldeia, revisitando diferentes tradições, como a hindu, a cigana, a helénica e a africana, segundo comunicado da promotora.

O CD, gravado em março último nos estúdios Canoa, tem produção de Jorge Quintela e do próprio Rão Kyao, e as suas composições exercem o "magnetismo de transportar para uma outra dimensão".

'Gnomos e duendes na festa lusa' é o tema de abertura, de um alinhamento de 12 faixas, que inclui, entre outros, 'Embalando Emére', que remete para a tradição do povo Youroba, da costa ocidental africana, segundo a qual Emére é uma criança que consegue atravessar o mundo real e o espiritual, e 'Espírito de Aljezur'.

"Rearranjei esta melodia tradicional de Aljezur [no Algarve], que nos foi transmitida por Michel Giacometti, um grande musicólogo", afirma Rão Kyao.

No dia 14, Rão Kyao acompanhado pelos músicos com quem gravou o CD, Toni Lago Pinto (viola clássica e viola braguesa), Renato Silva Júnior (teclados e acordeão), André Sousa Machado (bateria) e

Ruca Rebordão (percussão) atua no sul de Espanha, em Tavernes de La Valldigna, na Comunidade Valenciana.

No dia 25, Rão Kyao e companheiros tocam em Trás-os-Montes, no Festival Internacional de Músicas Tradicionais de Macedo de Cavaleiros, e, finalmente, no dia 15 de setembro atua em Albergaria-a-Velha, no distrito de Aveiro.

Rão Kyao, natural de Lisboa, iniciou os estudos musicais com o saxofonista Victor Santos, com quem estudou teoria musical, solfejo, saxofone e flauta. Em 1976, editou o seu primeiro álbum, 'Malpertuis', e no ano seguinte 'Bambu', no qual foi acompanhado num dos temas pelo pianista António Pinho Vargas.

Em 1978 representou Portugal no Festival Internacional de Música Jazz Yatra em Bombaim, na Índia. Seguiram-se os álbuns 'Goa', 'Live at Cascais', 'Ritual', e, em 1983, 'Fado Bailado, que catapultou o seu nome para ribalta musical.

Desde então gravou cerca de duas dezenas de álbuns e em 1999 gravou com a Orquestra Chinesa de Macau composições próprias, no sentido de ilustrar, através da música, os 450 anos de presença portuguesa naquele território chinês.

Em 2000 estreia-se como compositor de teatro a convite do encenador Carlos Avilez e em 2001 saiu o CD 'Fado Virado a Nascente'.

Um dos seus mais recentes trabalhos é 'Melodias Franciscanas' (2012), cujo conteúdo é, na sua maior parte, constituído por temas do padre Mário Silva que musicou textos litúrgicos referentes à Ordem Franciscana e celebrativos de S. Francisco de Assis, tendo também editado o CD "Coisas que a Gente Sente", que lhe valeu, em 2013, os Prémios Pedro Osório, e Carlos Paredes, atribuído pela câmara de Vila Franca de Xira.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório