Escritores portugueses incentivam a leitura em Cabo Verde

Os escritores portugueses José Jorge Letria e Francisco José Viegas e a são-tomense Olinda Beja vão participar na Semana da Leitura, que arranca domingo na capital cabo-verdiana, numa iniciativa da Presidência da República para incentivar a leitura.

© DR
Cultura Iniciativa

A Presidência da República assinala, em nota, "o défice de hábitos de leitura" dos cabo-verdianos de todas as idades, sublinhando a "preocupação" do chefe de Estado cabo-verdiano, Jorge Carlos Fonseca, "em influenciar positivamente" uma realidade que, acredita, "pode ser revertida".

PUB

"É possível dar início a uma nova cultura de leitura em Cabo Verde, sustentada, sobretudo, no maior acesso a livros e direcionados para diferentes classes de leitores, em todo o país", refere.

O Presidente quer, por isso, usar a sua influência para promover a recolha de livros "em grande escala" no país e no estrangeiro.

Entre os eventos da Semana da Leitura, que decorre até 30 de abril, destaca-se o debate sobre o Plano Nacional de Leitura em Cabo Verde, o lançamento da Antologia da Ficção Cabo-verdiana, pela Academia de Letras de Cabo Verde e um dia dedicado à Literatura Infantojuvenil.

A organização assinala também a presença dos escritores portugueses José Jorge Letria e Francisco José Viegas e da são-tomense Olinda Beja no evento, no âmbito do qual estão previstos diversos painéis sobre a importância da leitura.

A realização de uma Feira do Livro nos jardins do Palácio da Presidência, na cidade da Praia, onde escritores e público poderão dialogar, marca o arranque da iniciativa, que conta com o apoio do Centro Língua Portuguesa do Instituto Camões.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser