Meteorologia

  • 18 JUNHO 2021
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

Portugueses estreiam em Berlim peça sobre migrações e a Europa

A peça 'Tradução', com direção e dramaturgia de Ana Ribeiro e António Duarte, estreia-se hoje em Berlim, tendo como inspiração o mito da Torre de Babel e destacando a experiência dos atores como imigrantes na Alemanha.

Portugueses estreiam em Berlim peça sobre migrações e a Europa
Notícias ao Minuto

13:30 - 08/12/16 por Lusa

Cultura Alemanha

Os dois artistas mudaram-se para Berlim há cerca de um ano e o contacto que tiveram com a realidade de outros imigrantes e refugiados na Alemanha inspirou-os a desenvolver uma crónica política que questiona a realidade europeia.

"Ao vir para a Alemanha, eu só tive de comprar uma viagem e não tive de passar por passaportes, vistos, malas abertas. Queremos levantar a questão de no resto do mundo não haver isso, de nós estarmos de alguma maneira num condomínio fechado", disse Ana Ribeiro.

Sair de Portugal foi fundamental para os atores para se aperceberem de clichés e caraterísticas dos próprios portugueses.

"Em Portugal ficas um bocado com a ilusão que aquilo é uma espécie de espelho da Humanidade inteira e não é. Isso é uma característica muito nossa, as pessoas é que não vêm isso. Portanto, 'Tradução' é tentar ver esses pontos todos, acabas por te aperceber da tua cultura e qual é a nossa relação com o mundo", explicou António Duarte.

Os dois atores, que formam o grupo 'Divas Iludidas', inspiraram-se na história da Torre de Babel "como princípio de separação dos homens", introduzindo um cunho biográfico em tom teatral: "tens a perspetiva da pessoa que se mudou para Berlim há um ano e que está a descobrir a cidade, da pessoa com saudades de casa, Deus, da guerra, das pessoas que vão para a guerra, de pessoas que voltam destruídas da guerra".

A ascensão do nacionalismo também é tratada na peça de teatro 'Tradução', com os artistas a questionarem-se sobre as aprendizagens que a História deixou aos europeus.

"Como é que continuamos a ser manipulados e empurrados? Se conheceres a História, percebes que tudo isto já aconteceu", questionou António Duarte.

Ana Ribeiro complementou referindo que o espetáculo tenta mostrar "que a questão do nacionalismo, associado a uma crise económica, é um argumento muito bem feito. Tens uma crise económica, as pessoas começam a passar necessidades e começam a fechar-se. Tudo à tua volta, os teus governantes, os meios de comunicação, incentivam o pânico, o medo, a guerra".

Os atores quiseram também desconstruir ideias relativas à Alemanha, considerada uma "espécie de bode expiatório" para justificar a crise em Portugal, referiu Ana Ribeiro, acrescentando que o confronto a que se sujeitaram quando se mudaram para Berlim acabou por ser "como a alegoria da caverna".

A peça de teatro está em cena no English Theatre Berlin até dia 10 de dezembro e conta também com as interpretações dos atores portugueses José Miguel Vitorino e Márcia Cardoso.

A par do espetáculo, a fotógrafa portuguesa Micaela Sousa, mais conhecida por Nomadic by Choice, vai expor um conjunto de imagens com a sua interpretação visual do tema 'Tradução', sendo uma exposição focada nos desafios da emigração na nova Europa.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório