Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2020
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

Ana Aragão estreia peça em vidro através de "técnica inovadora"

A ilustradora Ana Aragão está habituada a desenhar sobre papel, mas, no sábado, vai inaugurar a exposição "Future frames", em Matosinhos, que se traduz em várias obras impressas em vidro através do que a artista classificou como uma "técnica inovadora".

Ana Aragão estreia peça em vidro através de "técnica inovadora"

A peça principal, composta por desenhos sobre várias camadas de vidro com dimensões de quatro por 4,8 metros, vai estar exposta até outubro nas instalações da empresa Jofebar, em Matosinhos, onde será acompanhada por outras cinco peças criadas a partir de contributos textuais de Vhils, Camilo Rebelo, Pedro Bandeira, Álvaro Domingues e Mário de Carvalho.

A partir da gravura "Via Appia", do italiano Giovanni Battista Piranesi, Ana Aragão decidiu "percorrer as ruínas do presente", tendo como tema-chave a utopia.

"Podia pensar numa via, como se estivéssemos num futuro sem tempo e sem espaço a olhar as ruínas do presente. Enumerei de uma forma exagerada, saturada, tudo o que é informação que nos preenche os ecrãs, o dia-a-dia, que nos preenche o quotidiano de uma forma até acrítica", disse a também arquiteta.

O convite para a obra partiu da Jofebar e foi concretizado no suporte vidro por sugestão da Vidromax, pertencente ao mesmo grupo empresarial.

Sara Nunes, da Vidromax, explicou à Lusa que se trata de uma "técnica simples, via digitalização e [que] depois é uma impressora de alta resolução que passa para o vidro a imagem que se pretende".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório