Meteorologia

  • 15 JULHO 2019
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 20º

Edição

Museu recebe exposição fotográfica sobre obras na Igreja dos Clérigos

O Museu e Igreja da Misericórdia do Porto recebe, entre 21 de abril e 5 de junho, a exposição 'Nasoni -- Regressos' com 40 fotografias das obras de requalificação da Igreja dos Clérigos.

Museu recebe exposição fotográfica sobre obras na Igreja dos Clérigos
Notícias ao Minuto

21:51 - 20/04/16 por Lusa

Cultura Porto

As 40 fotografias, selecionadas entre centenas, são da autoria do fotógrafo do Porto Luís Ferreira Alves e "testemunham o renascimento de um lugar e o regresso da arte de Nasoni", disse hoje à Lusa o provedor da Santa Casa da Misericórdia, António Tavares.

A Igreja dos Clérigos, projetada pelo arquiteto italiano Nicolau Nasoni, esteve um ano em obras de remodelação, tendo reaberto ao público a 12 de dezembro de 2014 com museu, elevador, novos acessos e concertos de órgãos de tubos diários.

As obras tiveram um investimento total de 2,6 milhões de euros e puseram a descoberto uma cripta do século XVIII com mais de 20 sepulturas que estão a ser analisadas para descobrir se uma delas pertence a Nasoni.

A exposição "Nasoni -- Regressos" é inaugurada quinta-feira, pelas 18:00.

Segundo António Tavares, ter no Museu da Misericórdia uma exposição de Nicolau Nasoni é "muito importante" porque vai atrair mais pessoas.

E realçou: "a mostra vai dar a conhecer a recuperação da Igreja dos Clérigos, a sua evolução, o porquê dessas obras e algumas das peças encontradas".

O provedor salientou que os visitantes vão poder tomar "contacto direto com o testemunho de um lugar e o regresso ao esplendor da arte barroca de Nicolau Nasoni, cuja obra mais emblemática conhecida é a Igreja dos Clérigos".

António Tavares explicou haver uma "ligação histórica e afetiva" entre o Porto, Nasoni e a Misericórdia, por isso, acredita que esta exposição será mais um "atrativo e motivo de interesse" para a cidade.

O Museu da Misericórdia do Porto, inaugurado a 15 de julho de 2015 e que recebe uma média de 85 a 100 visitantes por dia, reúne pinturas, paramentos, esculturas, peças de ourivesaria, documentos de mais de 500 anos de história e o quadro de Josefa de Óbidos "A Sagrada Família com São João Batista, Santa Isabel e Anjos", adquirido num leilão da Sotheby's, em Nova Iorque, por 250 mil dólares (228 mil euros).

O museu, que mostra ao público o património da Misericórdia do Porto, recebido por herança ou por aquisições, integra a rede europeia de museus.

António Tavares lembrou que o Museu da Misericórdia está ligado aos Clérigos e Palácio da Bolsa através de um bilhete único que, por 11 euros, permite a visita aos três espaços.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório