Meteorologia

  • 20 JUNHO 2018
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 21º

Edição

Coreografia de Victor Hugo Pontes sobre o ato criativo em palco no CCB

Uma reflexão sobre o processo criativo artístico está no centro da nova coreografia de Victor Hugo Pontes, que será apresentada na sexta-feira e no sábado, no Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa.

Coreografia de Victor Hugo Pontes sobre o ato criativo em palco no CCB
Notícias ao Minuto

13:00 - 23/02/16 por Lusa

Cultura Lisboa

Inspirada na peça de teatro 'Gaivota', de Anton Tchékhov, a coreografia intitula-se 'Se alguma vez precisares da minha vida, vem e toma-a' e, segundo o criador, a estrutura dramatúrgica sustenta o movimento.

A peça tem direção de Victor Hugo Pontes, cenografia de F. Ribeiro, desenho de luz e direção técnica de Wilma Moutinho, música original de Rui Lima e Sérgio Martins.

A interpretação é de Allan Falieri, Ángela Diaz Quintela, Daniela Cruz, Leonor Keil, Marco da Silva Ferreira, Felix Lozano, Jorge Mota, Valter Fernandes, Vera Santos e Vitor Hugo Pontes.

Nascido em Guimarães, em 1978, Victor Hugo Pontes é licenciado em Artes Plásticas - Pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, frequentou a Norwich School of Art & Design, em Inglaterra.

Fez os cursos profissionais de Teatro do Balleteatro Escola Profissional e do Teatro Universitário do Porto, bem como o curso de Pesquisa e Criação Coreográfica do Fórum Dança.

Como intérprete, trabalhou com diversos encenadores e coreógrafos como Nuno Carinhas, Lygia Pape, Isabel Barros, Clara Andermatt, Charlie Degotte, David Lescot e Joana Craveiro.

Desenvolve trabalho como ator, cenógrafo, professor, coreógrafo e encenador, tendo já trabalhado em França, Russia, Bélgica, Itália, Espanha, Áustria, Brasil, entre outros países.

A direção de produção desta nova peça de Victor Hugo Pontes é de Joana Ventura e resulta de uma coprodução da estrutura Nome Próprio, do CCB, do Centro Cultural Vila Flor, do Teatro Nacional São João, do Teatro Viriato.

A Nome Próprio, financiada pela Direção-Geral das Artes, é a estrutura residente no Teatro Municipal Campo Alegre, no Porto, no âmbito do programa Teatro em Campo Aberto.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.