Meteorologia

  • 27 MAIO 2024
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 22º

Artista português em Berlim lamenta desinteresse "gritante" de Portugal

Um artista português, responsável pelo Rosalux, em Berlim, espaço artístico com foco especial no trabalho de portugueses, lamentou que exista um desinteresse "gritante" de Portugal relativamente ao trabalho que tem desenvolvido junto da comunidade artística portuguesa na Alemanha.

Artista português em Berlim lamenta desinteresse "gritante" de Portugal
Notícias ao Minuto

16:13 - 13/02/16 por Lusa

Cultura Alemanha

"Existe uma desadequação e um desinteresse de Portugal relativamente ao meu trabalho que é gritante", disse Tiny Domingos, responsável pelo espaço Rosalux, criado com objetivo de divulgar o trabalho de artistas plásticos portugueses na capital alemã.

"Senti que podia ajudar artistas portugueses porque há muita qualidade na arte portuguesa que o mercado não consegue absorver. Não compreendo como é que artistas com qualidade não expõem cá, acho uma injustiça", disse TinY Domingos à agência Lusa.

Tiny Domingos incentiva a exibição de obras portuguesas na Alemanha, porque diz acreditar que "Berlim continua a ser uma rampa de lançamento para artistas".

O Rosalux, que este sábado acolhe a estreia de uma instalação em vídeo do artista português radicado em Macau José Drummond, quer continuar a ser uma vitrina da arte lusa, mas "deixou de ser um espaço dedicado única e exclusivamente ao mundo das artes portuguesas".

Para este ano, o espaço tem agendadas exibições dos portugueses Ângelo Ferreira de Sousa e Paulo Mendes.

Aberto ao público desde 2006, o Rosalux já teve em exibição trabalhos de artistas portugueses como Paulo Castro, Gonçalo Pena, Tiago Baptista, Pedro Calapez, Sara e André, Miguel Bonneville e Ramiro Guerreiro.

Em setembro de 2015, recebeu um prémio de 30 mil euros, oferecido pela cidade de Berlim, como reconhecimento pelo trabalho desenvolvido pelos espaços e iniciativas artísticas independentes.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório