Meteorologia

  • 22 MAIO 2024
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 21º

CDS evoca "orgulho" de Portugal num cineasta "imortal"

A deputada e dirigente do CDS-PP Teresa Caeiro sublinhou hoje o "orgulho" no legado de Manoel de Oliveira, cuja morte, apesar da sua idade, foi recebida como "uma tristíssima surpresa", o cineasta que parecia "imortal" e que o será através da sua obra.

CDS evoca "orgulho" de Portugal num cineasta "imortal"
Notícias ao Minuto

14:52 - 02/04/15 por Lusa

Cultura Manoel de Oliveira

"Julgo que de alguma forma todos nos convencemos que Manoel de Oliveira era imortal, e apesar da sua idade, esta notícia não deixa de nos chegar como uma tristíssima surpresa. Mas Manoel de Oliveira é imortal, a sua obra vai perdurar para sempre", declarou Teresa Caeiro aos jornalistas.

Falando no parlamento, a deputada e dirigente centrista frisou que o cineasta teve um percurso "prestigiadíssimo" e "o seu nome ficará inscrito na história da cultura, não só portuguesa mas internacional" e "na história do cinema".

"Poucos autores portugueses tiveram ou alguma vez terão tanto reconhecimento e serão tão prestigiados e tão homenageados como foi Manoel de Oliveira. Teve oportunidade ao longo da sua vida de fazer filmes com os melhores atores do mundo, todos faziam questão e consideravam uma verdadeira honra filmar sob as ordens do mestre Manoel de Oliveira", disse.

"Devemos sentir um grande pesar, uma grande pena, mas um grande orgulho na sua obra, orgulho relativamente à obra e ao legado de um português como nós", reforçou.

Teresa Caeiro quis ainda apontar para a "espantosa a vivacidade e a capacidade que Manoel de Oliveira teve para trabalhar, para se reinventar, até às vésperas da sua morte".

"Quase apostaria que até anteontem estaria a preparar mais um filme", declarou.

O realizador português Manoel de Oliveira morreu hoje aos 106 anos.

Manoel Cândido Pinto de Oliveira, nascido a 11 de dezembro de 1908, no Porto, era o mais velho realizador do mundo em atividade.

O último filme do cineasta foi a curta-metragem "O velho do Restelo", "uma reflexão sobre a Humanidade", estreada em dezembro passado, por ocasião do 106º aniversário.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório