Meteorologia

  • 28 JANEIRO 2022
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 17º

Edição

Cavaco condecora Jorge Listopad em "justa homenagem"

O Presidente da República condecorou hoje o escritor e encenador português de origem checa Jorge Listopad, numa "justa homenagem" pela "marca que juntou à cultura portuguesa" e reparando "um esquecimento involuntário da República Portuguesa" por nunca o ter distinguido.

Cavaco condecora Jorge Listopad em "justa homenagem"
Notícias ao Minuto

18:44 - 08/01/15 por Lusa

Cultura Escritores

"Prestamos hoje uma justa homenagem a Jorge Listopad pelo seu contributo para o teatro, para a literatura portuguesa e pela marca que juntou à cultura da nossa terra, uma marca que ultrapassou claramente as fronteiras do país", afirmou o chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva, na cerimónia de condecoração de Jorge Listopad com grau de Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique, que decorreu no Palácio de Belém.

Depois de recordar o percurso do escritor e encenador, Cavaco Silva questionou a razão porque "sendo tão evidente o contributo de Jorge Listopad para a cultura portuguesa" só agora é condecorado.

Admitindo não saber responder a essa pergunta, até porque "havia o convencimento na Presidência da República" que já teria sido condecorado por algum dos anteriores chefes de Estado, Cavaco Silva assumiu "as culpas pelo atraso nesse reconhecimento por parte da República Portuguesa" e disse sentir-se "muito honrado" por reparar o "esquecimento".

"É com uma satisfação particular que irei impor as insígnias e desta forma reparar um esquecimento involuntário - não tenho a mínima dúvida - por parte da República Portuguesa", frisou, fazendo votos para que Jorge Listopad, que já tem 93 anos, continue a escrever por muitos mais anos no Jornal de Letras, Artes e Ideias, seguindo o exemplo do cineasta Manoel de Oliveira, que já completou 106 anos.

Na resposta à intervenção do Presidente da República, Jorge Listopad garantiu estar "muito agradecido" pela distinção, considerando que se trata de uma homenagem merecida.

Quanto ao eventual atraso com que chega a condecoração, o escritor e encenador disse ter a convicção de que "nunca nada chega atrasado e nunca nada chega a tempo".

Escritor, publicista, conferencista, professor universitário, crítico, realizador e encenador, Jorge Listopad, é autor de cerca de cinquenta obras de prosa, poesia e ensaio, escritos em checo, francês e português, de acordo com informações da sua página oficial na internet.

Encenou cerca de sessenta peças de teatro e óperas na Checoslováquia, França, Alemanha, Suíça e Portugal, colaborou nos principais jornais portugueses e checos, escrevendo atualmente no Jornal de Letras, Artes e Ideias.

Jorge Listopad nasceu em Praga, capital da então Checoslováquia, em 1921, onde sofreu a invasão nazi e pertenceu à Resistência.

Exilou-se em Paris quando a União Soviética invadiu a Checoslováquia e permaneceu 10 anos na capital francesa.

Depois, mudou-se para o Porto, onde fundou a RTP Porto no Monte da Virgem e ingressou nos quadros da televisão pública como realizador.

Vive atualmente em Lisboa para onde se mudou depois de um convite para lecionar Antropologia do Quotidiano no Instituto Superior de Ciência Política.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório