Meteorologia

  • 14 JULHO 2024
Tempo
19º
MIN 15º MÁX 26º

Matosinhos em Jazz regressa em julho (com Boyd, Myra e Marchione)

O baterista Moses Boyd, a saxofonista Jasmine Myra e o trompetista Nick Marchione são alguns dos artistas que compõem o cartaz deste ano do festival Matosinhos em Jazz, que regressa em julho àquela cidade.

Matosinhos em Jazz regressa em julho (com Boyd, Myra e Marchione)
Notícias ao Minuto

11:09 - 20/06/24 por Lusa

Cultura Matosinhos

A programação completa do festival foi hoje divulgada pela organização, em comunicado, e arranca no dia 1 de julho com a inauguração da exposição que desafia artistas a reinterpretarem capas icónicas de álbuns de Jazz.

Este ano os autores das obras, que ficam expostas até ao final de julho no Parque Basílio Teles, são Dino D'Santiago, Cláudia Guerreiro, Mariana A Miserável, Raquel Belli e Francisco Fonseca.

Os concertos começam em 6 de julho, no Jardim Basílio Teles, com o baterista português Mário Costa, cuja atuação terá como base o álbum "Chromosome", com o qual venceu este ano o Prémio PLAY de Melhor Álbum Jazz.

No dia seguinte, atua o francês Nout Trio, que junta a flautista Delphine Joussein, a harpista Rafaëlle Rinaudo e a baterista Blanche Lafuente.

Os concertos do multipremiado produtor, compositor, editor e baterista britânico Moses Boyd e de "um dos nomes mais pertinentes da cena jazz do Reino Unido" a saxofonista Jasmine Mira estão marcados para os dias 13 e 14 de julho, respetivamente.

A cantora inglesa-nigeriana Ego Ella May apresenta em 20 de julho no Matosinhos em Jazz "a sua viagem musical inspirada no R&B, neo-soul e jazz contemporâneo". No dia 21 de julho, é a vez de o vibrafone e os sintetizadores do músico português Eduardo Cardinho ocuparem o palco do festival.

Este ano, o músico editou "Not far from paradise", que conta com a participação de João Barradas, João Mortágua, Iuri Oliveira, José Diogo Martins, Diogo Alexandre e Frederico Heliodoro, que serão convidados no concerto.

Nos dois últimos dias de festival, 25 e 26 de julho, os espetáculos mudam-se para a Praça Guilhermina Suggia.

Em 25 de julho, sobe a palco a Orquestra Jazz de Matosinhos, com o trompetista norte-americano Nick Marchione, numa homenagem a um outro trompetista norte-americano, Thad Jones.

No dia 26 de julho, a Orquestra Sinfónica Do Porto Casa Da Música atua com a nigeriana DJ Switch, num espetáculo com direção musical de Taavi Oramo, "que comanda um exercício de uma sinfonietta pensada como um código informático e contaminada pelo hip-hop, grime e electro".

O Matosinhos em Jazz, uma iniciativa da Câmara Municipal de Matosinhos, tem entrada gratuita e os espetáculos acontecem às 18h00, com exceção dos dias 25 e 26 de julho em que têm início às 22h00.

Leia Também: Guarda in Jazz regressa com concertos ao ar livre de 8 a 14 de julho

Recomendados para si

;
Campo obrigatório