Meteorologia

  • 01 DEZEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 6º MÁX 18º

Edição

'Palavras Andarilhas' regressa a Beja no final deste mês

Cerca de 50 contadores de histórias, mediadores de leitura e escritores, nacionais e estrangeiros, vão transformar Beja na "cidade dos contos", durante a 13.ª edição do encontro "Palavras Andarilhas", entre os dias 27 e 31 deste mês.

'Palavras Andarilhas' regressa a Beja no final deste mês
Notícias ao Minuto

13:08 - 03/08/14 por Lusa

Cultura Encontro

Os convidados, oriundos de Portugal, Brasil, Colômbia e Espanha, vão participar nas iniciativas integradas no "Palavras Andarilhas", como os tradicionais Encontro de Aprendizes do Contar e Festival de Narração, que vão decorrer sobretudo no Jardim Público de Beja.

As expectativas para a edição deste ano do encontro, uma "autêntica festa da palavra", organizada pela Biblioteca Municipal de Beja para promover a leitura, a narração oral e a literatura, são "muito grandes", disse hoje à agência Lusa a produtora do "Palavras Andarilhas", Cristina Taquelim.

O programa deste ano, que "reflete a função social da leitura que a Biblioteca Municipal de Beja tem trabalhado muito nos últimos dois anos", é "diversificado" e o leque de convidados é de "muita qualidade", frisou.

O "Palavras Andarilhas" é um encontro "muito importante" para os contadores nacionais e "um grande momento de aprendizagem coletiva em torno da promoção da leitura, da narração oral e da literatura para os que potenciam a relação com a palavra", como técnicos de biblioteca, narradores, animadores socioculturais, ilustradores, agentes educativos, pais e leitores.

Neste sentido, através do Encontro de Aprendizes do Contar, entre os dias 28 e 30, durante o dia, sobretudo especialistas do conto vão ensinar a participantes inscritos práticas de animação de leitura e de narração oral em várias conferências, conversas e oficinas de formação.

A anteceder e durante o encontro, como novidade este ano, entre os dias 22 e 31, "Palavras Andarilhas" vão "percorrer" freguesias rurais do concelho de Beja, através de sessões de contos, no âmbito da iniciativa "Contos de Largo em Largo".

De 27 a 31, a partir das 18:00, o "Palavras Andarilhas" abre-se ao público em geral com várias ofertas no Jardim Público, como o Mercado do Livro e, novidade este ano, a primeira Biblioteca de Livros de Pano do Mundo, a Livraria Mais Pequena do Mundo e a primeira Floresta de Sussuradores.

Exposições, sessões de contos, oficinas para pais e filhos, percursos lúdicos em torno da palavra, apresentações de livros e sessões de autógrafos com autores são outras ofertas para o público em geral.

A primeira noite do encontro, dia 27, será marcada pelo espetáculo "Spoken Word" de Tiago Gomes e Flak.

A "Noite dos Contadores Andarilhos", dia 28, incluirá o espetáculo "Quem quer ser Saramago?", pela Andante Associação Artística, e o "O Cante dos Contos", um percurso pelo centro histórico de Beja, durante o qual contadores e músicos vão cantar e ler textos do Nobel da literatura português José Saramago.

O percurso vai começar às 22:30 no Jardim Público e terminar no castelo de Beja, onde, a partir das 00:00, decorrerá uma roda de contadores e de contos, que marcará o arranque da Estafeta de Contos.

Após a 1.ª sessão em Beja, a estafeta sai para a rua em outubro e os contos vão "andar de boca em boca" e percorrer várias bibliotecas, escolas e associações do país.

O Festival de Narração "Eu conto para que tu sonhes", um dos pontos altos do encontro, vai decorrer nas noites dos dias 29 e 30, com sessões de contos por contadores de Portugal e Espanha.

Luzia do Rosário, Vitória Gullon, Ana Sofia Paiva, a dupla Estupendo Inuendo, Ana Santos, Estrella Ortiz, Luís Carmelo, Avelino Gonzalez e Jorge Serafim são os contadores que participarão no festival, cujas duas noites começarão com um conto traduzido em Língua Gestual Portuguesa.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório