Meteorologia

  • 21 JULHO 2024
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 25º

Requalificação da Aldeia Histórica do Piódão vence prémio de arquitetura

O projeto de requalificação da praça central e do posto de turismo do Piódão, no concelho de Arganil, venceu o prémio ibérico FAD (Fomento de las Artes y del Diseño), na categoria Cidade e Paisagem.

Requalificação da Aldeia Histórica do Piódão vence prémio de arquitetura
Notícias ao Minuto

23:31 - 14/06/24 por Lusa

Cultura Coimbra

"Ficamos muito orgulhosos e satisfeitos com esta nova distinção internacional", salientou hoje o presidente da Câmara Municipal de Arganil, no distrito de Coimbra, em comunicado enviado à agência Lusa.

Segundo Luís Paulo Costa, trata-se do principal prémio de arquitetura ibérica, "o que atesta a qualidade e a relevância da obra, não só pelo impacto muito positivo que tem na vida das pessoas, mas também pelo seu contributo como boa prática arquitetónica".

As intervenções concretizadas na Aldeia História do Piódão foram inauguradas em novembro de 2022 e envolveram um investimento do município de Arganil de cerca de 930 mil euros, financiado em 400 mil euros pelo Turismo de Portugal, no âmbito do Programa Valorizar.

O projeto dos arquitetos Paula del Rio e João Branco permitiu devolver o espaço às pessoas como sala de encontro da aldeia, favorecendo a troca e o convívio social.

Para o presidente da Câmara de Arganil, a obra realizada no Piódão "é um excelente exemplo de como a arquitetura simples e totalmente enquadrada com o lugar e com as técnicas tradicionais pode fazer a diferença e tornar-se uma referência internacional".

O município sublinhou ainda que o júri dos prémios FAD destacou a forma como "a complexidade formal do largo foi resolvida com a introdução de um espaço circular de xisto e ardósia sem inclinações nem passeios, que funciona como 'ponto de encontro' dos habitantes da aldeia".

"A intervenção discreta não faz distinção entre o novo e o antigo nesta praça -- anteriormente ocupada por automóveis -- que serve de entrada principal da aldeia", lê-se no comunicado da Câmara.

De acordo com a autarquia, para a conquista deste galardão, que é dos mais antigos e prestigiados do setor, contribuiu também o facto de a obra surgir como um modelo de combate ao esquecimento e despovoamento das aldeias do Interior.

Os prémios FAD de Arquitetura e Interiorismo são promovidos desde 1958 e distinguem anualmente as melhores obras de arquitetura concretizadas em Portugal e Espanha.

Em maio, o projeto recebeu uma distinção do Prémio Europeu de Arquitetura Contemporânea Mies van der Rohe, na categoria Arquitetos Emergentes, atribuído desde 2001 para celebrar a excelência de obras arquitetónicas construídas na Europa, sendo coorganizado pela Comissão Europeia e pela Fundação Mies van der Rohe, sediada em Barcelona, Espanha.

Leia Também: Morreu o arquiteto japonês autor da Torre 4 do novo World Trade Center

Recomendados para si

;
Campo obrigatório