Meteorologia

  • 21 JULHO 2024
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 25º

Prémio Princesa das Astúrias é um "exemplo de liberdade de imprensa"

A Magnum Photos venceu o Prémio Princesa das Astúrias da Concórdia 2024, anunciou hoje o júri, que destacou o "exemplo de liberdade de imprensa" da agência internacional de fotografia.

Prémio Princesa das Astúrias é um "exemplo de liberdade de imprensa"
Notícias ao Minuto

19:56 - 12/06/24 por Lusa

Cultura Prémio

um exemplo de liberdade de imprensa e de assunção de riscos", escreveu o júri na ata de deliberação do prémio, destacando que a Magnum Photos "preservou e transmitiu o testemunho dos acontecimentos mais relevantes da sua época e contribuiu assim, através da imagem, para elevar a consciência da humanidade".

O júri do Prémio Princesa das Astúrias da Concórdia 2024 realça ainda que a agência foi distinguida "pelo seu icónico e exigente trabalho de fotojornalismo" durante quase oito décadas.

A Magnum Photos foi fundada em 1947 pelos reporteres de guerra Robert Capa, David Seymour 'Chim', Henri Cartier-Bresson, George Rodger, Bill Vandivert, Maria Eisner e Rita Vandivert.

Os Prémios Princesa das Astúrias distinguem o "trabalho científico, técnico, cultural, social e humanitário" realizado por pessoas ou instituições a nível internacional.

São atribuídos oito galardões todos os anos, em diversas áreas, e cada prémio consiste numa escultura do pintor e escultor espanhol Joan Miró, 50.000 euros, um diploma e uma insígnia, entregues numa cerimónia solene com a Família Real espanhola, em Oviedo, em outubro.

O prémio atribuído hoje foi o oitavo e último decidido este ano, naquela que é a 44.ª edição destes galardões.

Nas últimas semanas, a Fundação Princesa das Astúrias anunciou a atribuição do Prémio das Artes 2024 ao músico Joan Manuel Serrat, do Prémio de Comunicação e Humanidades à realizadora, desenhadora e ativista iraniana Marjane Satrapi, do Prémio do Desporto à jogadora de badminton espanhola Carolina Marín e do Prémio das Ciências Sociais ao historiador canadiano Michael Ignatieff

Atribuiu ainda o Prémio das Letras à escritora romena Ana Blandiana, do Prémio da Cooperação Internacional à Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura e do Prémio Prémio da Investigação Científica aos cientistas Daniel J. Drucker, Jeffrey M. Friedman, Joel F. Habener, Jens Juul Holst e Svetlana Mojsov.

A cerimónia de entrega dos prémios realiza-se em outubro, em Oviedo, no norte de Espanha.

Leia Também: 'Pais' do Ozempic vencem Prémio Princesa das Astúrias de Investigação

Recomendados para si

;
Campo obrigatório