Meteorologia

  • 24 JUNHO 2024
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 29º

Porto. Candidaturas para reabilitar Biblioteca Pública até 28 de junho

A apresentação de candidaturas ao concurso público para a requalificação da Biblioteca Pública Municipal do Porto decorre até 28 de junho e a apresentação de propostas, que será restrita e mediante convite, até 22 de outubro, foi hoje revelado.

Porto. Candidaturas para reabilitar Biblioteca Pública até 28 de junho
Notícias ao Minuto

23:49 - 20/05/24 por Lusa

Cultura Porto

À Lusa, a Câmara do Porto clarificou hoje que o concurso público para a requalificação da biblioteca se irá desenvolver em duas fases.

A primeira fase corresponde à apresentação de candidaturas e de qualificação dos candidatos, que decorre até às 23h59 do dia 28 de junho.

Já a segunda fase corresponde à apresentação de propostas, que será restrita e depende de envio do convite para os candidatos classificados na primeira fase. Este processo decorre até às 23:59 do dia 22 de outubro.

O concurso público limitado por prévia qualificação foi publicado a 16 de maio em Diário da República.

Com um preço base de 26,5 milhões de euros, o concurso fixa um prazo máximo de 1.095 dias para a execução da empreitada, que se estima que esteja concluída em dezembro de 2027.

O projeto, da autoria do arquiteto Eduardo Souto Moura, inclui a remodelação total do edifício que, desde 1842, alberga a Biblioteca Pública Municipal do Porto (BPMP).

A biblioteca está encerrada desde 01 de abril, mas a empreitada só deverá arrancar em dezembro, depois do visto prévio do Tribunal de Contas.

A intervenção pretende requalificar o espaço, datado do século XVIII, e resolver o défice de espaço para o arquivo de livros e de outros espólios.

Este projeto representa um investimento municipal de 29,25 milhões de euros, dos quais 26,5 milhões de euros dizem respeito à empreitada e os restantes ao projeto e estudos complementares.

Na Biblioteca Pública Municipal do Porto existe cerca de um milhão de documentos, o equivalente a 20 quilómetros de livros e periódicos. Alguns destes documentos, cerca de 70 mil, vão ficar acomodados na Biblioteca Municipal Almeida Garrett durante a obra e outros ficarão em regime de custódia.

Para colmatar os condicionamentos com o fecho, o município anunciou um pacote de 15 medidas para modernizar os serviços.

Leia Também: BGUC evoca Eduardo Lourenço com exposição pessoana de livros

Recomendados para si

;
Campo obrigatório