Meteorologia

  • 18 MAIO 2024
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 20º

Espetáculo 'Mais Alto!' deu origem a livro-disco que é hoje editado

A igualdade, as migrações, a aceitação da diferença e a Liberdade, entre outros temas, cantam-se 'Mais Alto!' num livro-disco que é hoje editado, criado a partir de um espetáculo com o mesmo nome, que volta a palco este mês.

Espetáculo 'Mais Alto!' deu origem a livro-disco que é hoje editado
Notícias ao Minuto

13:33 - 19/04/24 por Lusa

Cultura Espetáculo

O concerto comentado, que se estreou em 2021 no Lu.Ca -- Teatro Luís de Camões, em Lisboa, apresenta-se agora no formato livro-disco, com textos de Isabel Minhós Martins e ilustrações de Bernardo P. Carvalho.

Do alinhamento dos espetáculos foram selecionados 11 temas que aproximam quem ouve "enquanto comunidade, assim como a vontade -- e urgência! -- de celebrar, relembrar e fortalecer os valores da democracia através da música", lê-se no livro-disco.

O álbum inclui, entre canções, quatro "interrupções" com narração de Isabel Minhós Martins e João Vaz Silva, que nos espetáculos iam contextualizando cada um dos temas.

As músicas escolhidas para fazerem parte do álbum, de artistas e bandas como José Afonso, José Mário Branco, Clã, Rita Lee, Xutos & Pontapés e Luís Severo abordam temas como a igualdade de género, a preservação do planeta Terra, a aceitação da diferença ou a liberdade.

No livro, que incluem as letras das canções e pequenas explicações sobre cada uma, os músicos pedem que se cante com eles "bem alto!", porque "o mundo está a precisar".

O espetáculo 'Mais Alto!', pensado para o público infanto-juvenil, teve uma primeira versão, em 2019, na qual participavam os músicos Francisca Cortesão e Sérgio Nascimento e a escritora Isabel Minhós Martins.

Em 2021, juntaram-se os músicos Inês Sousa e Afonso Cabral, e 'Mais Alto!', uma encomenda do Lu.Ca -- Teatro Luís de Camões, estreou-se naquele equipamento de Lisboa.

Depois, percorreu o país, já integrado nas Comemorações dos 50 anos do 25 de Abril.

A agenda do espetáculo teve mais de 50 datas só em 2021. "O convite era para fazer uma temporada no Lu.Ca e só isso já era fantástico. Depois a quantidade de concertos e de miúdos para quem tocámos isto era inimaginável", referiu Afonso Cabral, em declarações à Lusa em dezembro, cuja música favorita de 'Mais Alto!' é 'Mamãe Natureza' de Rita Lee, "que normalmente fecha o espetáculo e mete os miúdos a dançar e a correr, e há sempre danças inacreditáveis".

Francisca Cortesão destacou como preferida 'Dia de São Receber', dos Xutos & Pontapés, na mesma ocasião.

"Ao vivo conseguimos sempre uma participação gritada das crianças, que é sempre dos meus momentos favoritos dos concertos, em disco não temos isso. Mas espero que elas depois façam em casa", partilhou.

Além de 'Mais Alto!', Francisca Cortesão integra também o projeto Mão Verde, que tem como público-alvo as crianças, para quem gosta "mesmo muito" de tocar.

"Estragam quase o público 'normal'. Depois uma pessoa vai fazer um concerto às nove da noite com público 'normal' e parece que as pessoas estão super entediadas, quando não estão. Estão simplesmente a reagir como reagem os adultos, não estão a reagir a tudo", disse.

No ano passado, os músicos regressaram ao Lu.Ca, para mais uma temporada e para cantarem 'Ainda mais Alto!' "músicas criadas com intenção de chamar a atenção para várias questões", como explicava Isabel Minhós Martins no início do espetáculo.

'Mais Alto!' está de volta ao Lu.Ca, entre 27 e 29 de abril, voltando a "desafiar os mais novos a estarem atentos às letras e a participarem: cantando e dançando".

Tal como em ocasiões anteriores, os temas vão sendo intercalados com comentários de Isabel Minhós Martins.

O regresso ao Lu.Ca vem acompanhado da apresentação do livro-disco, marcada para dia 28 de abril.

O teatro recorda que o 25 de Abril de 1974 faz 50 anos "e é preciso continuar a cantá-lo, cada vez 'Mais Alto!'"

Leia Também: Jornalistas estreiam A Noite e são interrompidos pela morte da profissão

Recomendados para si

;
Campo obrigatório