Meteorologia

  • 19 MAIO 2024
Tempo
20º
MIN 12º MÁX 21º

Semibreve volta em outubro e recebe estreia mundial de 'Black'

O festival Semibreve vai voltar a Braga em outubro, com a lista de primeiros nomes, hoje divulgada, a contar com Christina Vantzou, Nueen e Iceboy Violet e a estreia mundial ao vivo do projeto "Black", de Kevin Richard Martin.

Semibreve volta em outubro e recebe estreia mundial de 'Black'
Notícias ao Minuto

07:52 - 18/04/24 por Lusa

Cultura Festival

Em comunicado, a organização do festival de música eletrónica que acontece entre 24 e 27 de outubro revelou que vai ser apresentada uma "versão alargada" de "The Reintegration of the Ear", da norte-americana Christina Vantzou, que vai contar com a soprano alemã Irène Kurka e o compositor e multinstrumentista norte-americano John Also Bennett.

De regresso a Portugal está também o britânico Kevin Richard Martin, mais conhecido pelo nome The Bug, que "fará em palco a estreia mundial de 'Black', um elogio musical a Amy Winehouse feito num álbum 'ambient' e possuído pelo fantasma de 'Back to Black'".

Lançado em outubro do ano passado e disponível na plataforma Bandcamp, o disco "Black" é "simultaneamente um tratado sobre abandono, tragédia e perda, ecoando a ausência de uma rede de apoio quando faria a maior diferença durante tal queda livre", como a de Amy Winehouse, que morreu em 2011, aos 27 anos, vítima de uma intoxicação alcoólica.

"Trabalhei na ideia deste álbum sónico por mais de um ano, e as rotações de sonho em câmara lenta permanecem tão difusas e impressionisticas como são repetitivas e assombrantes", escreveu o músico num texto que acompanha o disco.

Por Braga vão passar o espanhol Nueen e o britânico Iceboy Violet, para apresentar a colaboração "You said you'd hold my hand through the fire", e o produtor alemão Moritz von Oswald.

De acordo com a organização, o programa de 'clubbing' vai contar com Nídia, PYUR, Rrose e Ziúr.

"Para além das performances, a próxima edição do Semibreve voltará a apresentar um programa de instalações, conversas, 'workshops' e os projetos selecionados no âmbito do EDIGMA Semibreve Scholar, série de trabalhos em 'media art' desenvolvidos por estudantes do ensino superior das academias portuguesas", acrescentou a organização, remetendo mais anúncios para os próximos meses.

Os passes para o festival custam, neste momento, 55 euros mais taxas.

A 14.ª edição do festival desdobra-se, como habitualmente, por vários espaços de Braga, do Theatro Circo e do gnration ao Santuário do Bom Jesus do Monte e à Capela da Imaculada Conceição.

Leia Também: Festival de música eletrónica da Figueira celebra 10 anos com van Buuren

Recomendados para si

;
Campo obrigatório