Meteorologia

  • 23 ABRIL 2024
Tempo
20º
MIN 13º MÁX 24º

Adrien Marco estreia-se em Portugal em Festival de Jazz Manouche

O músico Adrien Marco estreia-se em Portugal no Festival de Jazz Manouche em Almada, que se realiza de 17 a 19 de maio, em Almada, pelo quarto ano consecutivo, na Sociedade Filarmónica Incrível Almadense.

Adrien Marco estreia-se em Portugal em Festival de Jazz Manouche
Notícias ao Minuto

18:46 - 03/04/24 por Lusa

Cultura Almada

O francês Adrien Marco, cujo trio abre o festival no dia 17, é um guitarrista autodidata que começou a tocar aos 17 anos pela influência da música de Django Reinhardt (1910-1953), um dos primeiros músicos europeus de jazz e a principal referência do jazz manouche ou de influência cigana.

Adrien Marco é acompanhado por Mathieu Chatelain na guitarra ritmo e Claudius Dupont no contrabaixo.

No dia seguinte, atua o trio liderado pela violinista e cantora Aurore Volqué e composto pela guitarra ritmo de Mathieu Chatelain e pelo contrabaixo de Claudius Dupont, delegando os solos para "o incontornável [guitarrista] Angelo Debarre".

O festival encerra no dia 19 com a atuação, às 21:00, do quarteto Rouge Manouche, residente no Algarve, e que apresenta "um swing altamente enérgico e ritmado e inspirado em ritmos e melodias manouche com influências do jazz norte-americano imergindo na aura da Paris dos anos 1930".

Este quarteto interpreta compositores como Django Reinhardt, Charles Trenet ou Cole Porter, assim como em repertório de tradição 'gypsy jazz', contemporâneo.

O quarteto é constituído por Betty Martins, na voz e violeta, João Campos Palma, no acordeão, Luís Fialho, na guitarra, e Rick Steffens, no contrabaixo.

O Festival Manouche de Almada teve uma edição zero em 2021 e uma primeira edição em maio de 2022. No ano passado assistiram ao festival cerca de mil espetadores, segundo a organização.

Leia Também: Culturgest com ciclo de filmes feitos por comunidades indígenas do Brasil

Recomendados para si

;
Campo obrigatório