Meteorologia

  • 16 ABRIL 2024
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 26º

Sara Correia e Cristina Branco em abril no Teatro Municipal da Covilhã

As fadistas Sara Correia, no dia 06, e Cristina Branco, no dia 27, estão entre os destaques da programação de abril do Teatro Municipal da Covilhã (TMC), informou aquela sala de espetáculos.

Sara Correia e Cristina Branco em abril no Teatro Municipal da Covilhã
Notícias ao Minuto

10:17 - 04/03/24 por Lusa

Cultura Concertos

Pelo TMC passa também a música de Ana Lua Caiano, a dança do Kayser Ballet e de Fábio Jorge Januário, o teatro da estrutura de criação artística Terra Amarela e o som dos 5.ª Punkada.

Depois de as condições meteorológicas terem originado o adiamento do concerto marcado para setembro, ao ar livre, Sara Correia apresenta-se pela primeira vez na Covilhã em 06 de abril, às 21h30, no TMC, com o seu terceiro álbum, "Liberdade".

Cristina Branco sobe ao palco no dia 27, com o espetáculo "Abril - Cristina Branco Canta José Afonso", um regresso ao álbum "Abril", editado em 2007, no qual dá nova roupagem a canções do cantautor.

A programação integra também, no dia 13, a nova criação da companhia de dança covilhanense Kayser Ballet, que apresenta  "Transformers", de Catarina Casqueiro.

O primeiro concerto de abril na sala da Covilhã é de Ana Lua Caiano, no dia 04, no âmbito do Festival Y -- Festival de Artes Performativas promovido pela Quarta Parede.

Integrado também na programação do Festival Y, quatro bailarinos protagonizam, no dia 18, "Musseque", de Fábio Jorge Januário.

Em 20 de abril, mas à tarde, às 18h00, integrado no Wool +, a componente inclusiva do Festival de Arte Urbana da Covilhã, é apresentada a peça "O tamanho das coisas", com direção de Marco Paiva, texto de Alex Cassal e interpretação de Paulo Azevedo.

No dia seguinte, 21, às 18h00, também no âmbito do Wool +, realiza-se o concerto dos 5.ª Punkada, banda formada por utentes da Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra.

Os bilhetes estão à venda a partir de terça-feira, às 14h30, na bilheteira do TMC e nas plataformas digitais.

Leia Também: "Não me levo muito a sério, levo o meu fado muito a sério"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório