Meteorologia

  • 04 MARçO 2024
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 17º

'Regra 34' vence Prémio de Melhor Longa-Metragem do festival Queer Lisboa

O filme 'Regra 34', da brasileira Julia Murat, venceu o prémio de Melhor Filme da competição de Longas-Metragens do Festival Internacional de Cinema Queer Lisboa 27, e 'Opponent', do sueco Milad Alami, conquistou uma Menção Especial, anunciou o certame.

'Regra 34' vence Prémio de Melhor Longa-Metragem do festival Queer Lisboa
Notícias ao Minuto

21:44 - 30/09/23 por Lusa

Cultura Queer Lisboa

'Regra 34', que no ano passado venceu o Leopardo de Ouro, prémio máximo do Festival de Locarno, na Suíça, foi agora considerado pelo júri do Queer Lisboa, "um filme que continua depois dele", que "aborda a violência como opressão, e a violência como tesão", como indica o comunicado da organização, que anuncia o palmarés desta edição do festival.

O filme da realizadora do Rio de Janeiro, que "é necessário para os tempos que se vivem", abre ainda "diálogo sobre a fluidez e os limites da sexualidade e do prazer, sem moralismos, mas também sobre as desigualdades raciais e de classe na sociedade e na aplicação da lei".

Já 'Opponent', que também venceu o Prémio do Público, é um trabalho que "nos confronta sobre quem são os adversários" e "o que é a liberdade queer".

Na competição de documentários, o prémio de Melhor Filme foi para 'Peixe Abissal/Abyssal Fish', de Rafael Saar, um trabalho que "mergulha no universo poético e biográfico do músico, escritor e pintor Luís Capucho, que se reinventou enquanto artista depois de um coma".

Neste segmento, o Prémio do Público foi para 'Kokomo City', de D. Smith.

Na competição de curtas-metragens, o prémio foi atribuído a 'Troy', de Mike Donahue, e o Prémio do Público a 'Warsha', de Dania Bdeir, enquanto 'Dipped in Black', de Matthew Thorne e Derik Lynch, recebeu uma Menção Especial.

Na competição de curtas-metragens de escolas europeias 'In my shorts', o prémio de Melhor Filme foi para 'Edge', de Edmund Krempinski e Jakub Dylewsk.

A 'Les garçons dans l'eau/Boys in the Water', de Pawel Thomas Larue, foi atribuída uma Menção Honrosa.

Na competição Queer Art, o prémio de Melhor Filme foi para 'O Estranho/The Intrusion', de Flora Dias e Juruna Mallon.

"A edição deste ano do festival acolheu dezenas de convidades internacionais, vindes de países como o Brasil, Colômbia, Irlanda, EUA, França, Alemanha, Polónia, Suécia, além des váries convidades portugueses", lê-se no comunicado do festival.

A organização acrescenta ainda que "o Cinema São Jorge e a Cinemateca Portuguesa viram um acréscimo de público em relação à edição anterior, tendo atingido os 7.500 espetadores, além de participantes que frequentaram as atividades paralelas do festival."

As próximas datas também foram anunciadas. A edição do Queer Lisboa 28 decorrerá de 20 a 28 de setembro de 2024, no Cinema São Jorge e na Cinemateca Portuguesa.

A 9.ª edição do Queer Porto realiza-se nos próximos dias 10 a 14 de outubro, no Cinema Batalha e na Casa Comum da Reitoria da Universidade do Porto.

Leia Também: Canadá emite aviso a pessoas 'queer' que viajem para os Estados Unidos

Recomendados para si

;
Campo obrigatório