Meteorologia

  • 29 SETEMBRO 2023
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Paulo Brandão deixa direção artística do Theatro Circo no fim de junho

O diretor artístico do Theatro Circo, Paulo Brandão, vai deixar o cargo, 10 anos depois de o assumir, devendo a substituição ser anunciada antes da 'rentrée', anunciou hoje a administração da sala de Braga.

Paulo Brandão deixa direção artística do Theatro Circo no fim de junho
Notícias ao Minuto

16:36 - 09/06/23 por Lusa

Cultura Braga

"Depois de um ciclo longo de mais de uma década, marcado por uma afirmação qualitativa e quantitativa da sua programação cultural, é chegada a hora da renovação da direção artística do Theatro Circo. Esta mudança surge no momento certo para estruturar o novo ciclo que começa com a preparação de Braga 2025 Capital Portuguesa da Cultura e que tem como horizonte a estratégia Braga 2030", pode ler-se num comunicado assinado pela administradora executiva do Theatro Circo, Cláudia Leite.

Em declarações à Lusa, Cláudia Leite explicou que Paulo Brandão permanece em funções até ao final do mês e que sai fruto de uma "decisão partilhada", tendo havido "uma intenção de reestruturação e renovação".

"É natural nestes lugares haver momentos de renovação e entendemos que seria o momento para o fazer e a altura ideal", afirmou a administradora executiva, acrescentando que a programação está fechada até ao final do ano, o que vai permitir uma transição "tranquila e serena".

Questionada sobre se vai ser aberto um concurso público ou se vão ser endereçados convites, Cláudia Leite disse que é uma decisão que está em aberto até ao final do mês, estando ainda a ser fechado o perfil da pessoa que deverá suceder a Brandão.

No texto hoje divulgado, a administração da sala municipal agradeceu a Paulo Brandão "a entrega, a qualidade e a irreverência com que pensou, estruturou e executou mais de uma década de programação de reconhecido relevo local, nacional e internacional".

No mesmo comunicado, a administração do Theatro Circo realçou que a instituição está hoje "mais bem preparada" para enfrentar desafios como: "uma maior integração infraestrutural do setor cultural, um aprofundamento das ligações com as diferentes fibras que compõem o rico tecido cultural da cidade, um retrabalhar das disciplinas artísticas que sobem ao nosso palco e a procura da inovação na relação com a comunidade e na mediação de públicos".

O ciclo de 10 anos na direção artística do Theatro Circo foi o segundo momento de Brandão à frente do espaço bracarense, depois de um período entre 2006 e 2010.

A Lusa tentou contactar Paulo Brandão, mas tal não foi possível em tempo útil.

Leia Também: Festival Novos Ventos leva 35 espetáculos a quatro freguesias de Leiria

Todas as Notícias. Ao Minuto.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recomendados para si

;
Campo obrigatório