Meteorologia

  • 24 MAIO 2019
Tempo
21º
MIN 18º MÁX 25º

Edição

Porto Editora apresentou títulos da edição da obra de Saramago

A Porto Editora apresentou hoje, na Casa dos Bicos, em Lisboa, os primeiros nove títulos das novas edições da obra de José Saramago, que reproduzem, na capa, a caligrafia de personalidades como Eduardo Lourenço ou Júlio Pomar.

Porto Editora apresentou títulos da edição da obra de Saramago
Notícias ao Minuto

13:40 - 28/05/14 por Lusa

Cultura Publicações

"A Caverna", "A Noite", "A Viagem do Elefante", "As Intermitências da Morte", "As Pequenas Memórias", "Ensaio sobre a Lucidez", "História do Cerco de Lisboa", "Manual de Caligrafia" e "O Homem Duplicado" são os primeiros livros lançados pela Porto Editora, a escolhida pelas herdeiras do escritor para a publicação da sua obra.

Os títulos dos livros, todos com capas de diferentes cores entre si, são reproduzidos na caligrafia de figuras da Cultura portuguesa, como Álvaro Siza Vieira, Mário de Carvalho, Lídia Jorge e Dulce Maria Cardoso.

Armando Baptista-Bastos, Gonçalo M. Tavares e Valter Hugo Mãe, além de Júlio Pomar e Eduardo Lourenço, são as outras figuras que também caligrafaram um título para a capa de cada um dos nove livros, que serão publicados a partir de quinta-feira, data de abertura da 84.ª Feira do Livro de Lisboa.

"Além da dedicação e do profissionalismo com que estamos já a cuidar das edições do Prémio Nobel da Literatura, a Porto Editora vai [também] apoiar diretamente a Fundação José Saramago, para que esta instituição possa continuar a cumprir, nas melhores condições, a sua missão de promover o estudo e a divulgação da obra de José Saramago", anunciou hoje, na sessão de apresentação, o administrador do Grupo Porto Editora, Vasco Teixeira.

Pilar del Río, presidente da Fundação José Saramago, que tem sede na Casa dos Bicos, defendeu a ideia de que os livros "levam o autor dentro".

"Neste caso, aproximam-nos dos amigos do autor e de outros leitores que antes passaram por estas páginas. Apetece dizer 'cuidado, estes livros contêm muita vida, tratemo-los com a paixão e o esmero que merecem todos os seres'. 'Todos os seres vivos'", afirmou

No passado dia 29 de janeiro, um comunicado emitido pela Fundação José Saramago deu conta de que as herdeiras do escritor "escolheram a Porto Editora para editar e distribuir a obra literária de José Saramago, em Portugal e nos demais países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, à exceção do Brasil".

A decisão surgiu uma semana depois de a Editorial Caminho e as herdeiras de Saramago -- a filha Violante Saramago e a viúva Pilar del Río - terem anunciado o fim de um acordo editorial sobre a publicação das obras do autor português, distinguido em 1998 com o Nobel da Literatura.

Em comunicado, as herdeiras sustentavam que a Fundação e a Porto Editora definiriam as "estratégias conjuntas de divulgação da obra do escritor em todo o mundo, com especial atenção à comunidade lusófona".

Na escolha da Porto Editora, as herdeiras elogiaram o facto de a Fundação Círculo de Leitores (que integra o grupo editorial) ter criado o Prémio Literário José Saramago, que "distingue jovens escritores de língua portuguesa", e sublinharam o "impulso" que aquela Fundação deu à carreira literária de José Saramago, com a edição de "Viagem a Portugal" em 1981.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório