Meteorologia

  • 21 JUNHO 2024
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 24º

Ruy de Carvalho em 'Lo que queda de ti' da espanhola Gala Gracia

O ator Ruy de Carvalho vai estar em Espanha, de 16 a 23 de fevereiro, para participar no filme 'Lo que queda de ti', longa-metragem de estreia da espanhola Gala Gracia, revelou o ator à agência Lusa.

Ruy de Carvalho em 'Lo que queda de ti' da espanhola Gala Gracia
Notícias ao Minuto

19:30 - 10/02/23 por Lusa

Cultura Ruy de Carvalho

"Vou ser dispensado aqui da companhia durante uns dias e vou fazer um filme nos Pirenéus", disse o ator à Lusa, sublinhando que interpretará "um avô doente que está numa casa de saúde".

A participação de Ruy de Carvalho em 'Lo que queda de ti' vai obrigar a uma curta pausa na digressão das peças 'Ruy, a História Devida' e 'A Ratoeira', produzidas pela Yellow Star Company.

'Lo que queda de ti', com realização e argumento de Gala Gracia, é o nome da coprodução de Espanha, Portugal e Itália, que está a ser rodada na província aragonesa de Huesca, nos Pirenéus, com música do pianista português Filipe Raposo, revelou à Lusa João Fonseca da Fado Filmes.

Sara, uma pianista de 25 anos, que devia estar a tocar jazz em Nova Iorque, onde vive há quatro anos, para preparar o primeiro concerto a solo, é a protagonista do filme. A jovem é, porém, forçada a voltar à cidade natal, Huesca, onde o pai, Julio, de 55 anos, morreu subitamente, sem que tenham chegado a despedir-se.

No regresso a Huesca, Sara confrontar-se-á ainda com as sequelas deixadas ao nível da fala no avô paterno após um acidente vascular cerebral (AVC) de que fora vítima.

A coproduzir 'Lo que queda de ti' estão a Fado Filmes (Portugal) e a Potenza Producciones (Espanha), com uma pequena participação da Sajam Filmes (Itália), concluiu João Fonseca.

Nascido em 01 de março de 1927, Ruy de Carvalho é o decano dos atores em Portugal, continuando a representar duas peças: 'A ratoeira', estreada em fevereiro de 2022, no Teatro Politeama, em Lisboa, e 'Ruy, a história devida', em cena no auditório do Tagus Park, Oeiras, até maio, e que apresenta em digressão por várias localidades portuguesas.

Leia Também: "Estive sempre na sombra e tentando sempre não me colar ao meu pai"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório