Meteorologia

  • 21 JUNHO 2024
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 24º

Björk de volta a Portugal este ano para concerto no Altice Arena

Concerto, no âmbito da digressão Cornucopia, acontece a 1 de setembro deste ano, no Altice Arena, em Lisboa.

Björk de volta a Portugal este ano para concerto no Altice Arena
Notícias ao Minuto

10:22 - 30/01/23 por José Miguel Pires com Lusa

Cultura Björk

A cantora islandesa Björk já tem data de regresso a Portugal marcada. A 1 de setembro, o Altice Arena, em Lisboa, vai receber de volta a autora do álbum 'Fossora', lançado em 2022.

O concerto acontece no âmbito da digressão Cornucopia e os bilhetes estarão disponíveis a 3 de fevereiro, a partir das 9h00.

"Cornucopia é a colisão entre os mundos de Utopia e Fossora, agora ao vivo numa experiência única de som e luz", pode-se ler no anúncio feito pela promotora Everything is New, no Instagram.

"'Cornucopia' foi sempre destinado a ser um mundo, quer para [o álbum] 'Utopia', quer para o álbum a seguir, que agora está aí fora e se chama 'Fossora'. Por isso, estou entusiasmada por estrear a colisão desses dois mundos, no outono, no sul da Europa", pode ler-se numa publicação nas redes sociais da artista.

A digressão começa em Lisboa, trilhando caminho em Madrid, Paris, Milão, Praga, Viena, Bolonha, Cracóvia, Hamburgo, Leipzig, Zurique, Nantes e Bordéus.

A artista islandesa atuou em Portugal em 2003 no festival do Meco, em Sesimbra, com dois concertos cancelados desde então, no Primavera Sound e no festival de Paredes de Coura.

Cantora, compositora, produtora e atriz, Björk é uma das mais conhecidas artistas do panorama cultural islandês, com um percurso na música que começou quando era ainda criança.

A par de projetos com os quais colaborou, Björk editou sobretudo álbuns em nome próprio, de pop artística experimental, com uma forte componente visual mais vincada no virar do século, como "Homogenic" (1997), "Medúlla" (2004), "Biophilia" (2011) e "Vulnicura" (2015).

Em 2017, lançou "Utopia", a que se seguiu "Fossora", saído em setembro do ano passado, incluindo tributos à mãe, Hildur Rúna Hauksdóttir, que morreu em 2018.

[Notícia atualizada às 11h09]

Leia Também: Carolina Deslandes estreia-se na Altice Arena em 2023

Recomendados para si

;
Campo obrigatório