Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2022
Tempo
13º
MIN 8º MÁX 14º

Mulheres de Saramago no Festival Internacional de Gravura de Bilbau

A exposição "Mulheres Saramaguianas", inspirada em personagens femininas dos livros do escritor português e Nobel da Literatura José Saramago, vai estar entre quinta-feira e domingo no Festival Internacional de Gravura e Arte Sobre Papel de Bilbau, em Espanha.

Mulheres de Saramago no Festival Internacional de Gravura de Bilbau
Notícias ao Minuto

15:53 - 23/11/22 por Lusa

Cultura Saramago

A exposição e o álbum com o mesmo nome foram criados para a celebração do centenário do nascimento de Saramago, que se assinala este mês, e chegam a Bilbau, no País Basco espanhol, através do Centro Português de Serigrafia (CPS) e por iniciativa da Embaixada de Portugal em Madrid.

O álbum "Mulheres Saramaguianas" resultou de uma parceria entre a Fundação José Saramago e o CPS em que seis personagens do escritor deram origem a uma serigrafia e um texto de artistas e escritoras portuguesas.

As serigrafias são de José de Guimarães, Graça Morais, Manuel João Vieira, Joana Villaverde, Miguel Januário e Ana Romãozinho e os textos são assinados por Lídia Jorge, Ana Luísa Amaral, Djaimilia Pereira de Almeida, Ana Margarida Carvalho, Dulce Maria Cardoso e Adriana Lisboa.

As serigrafias e textos foram inspirados nas personagens Blimunda ("O Memorial do Convento"), Joana Carda ("A Jangada de Pedra"), Gracinda Mau-Tempo ("Levantado do Chão"), Maria Sara ("História do Cerco de Lisboa"), a morte ("As Intermitências da Morte") e a mulher do médico ("Ensaio sobre a cegueira").

"O resultado é um singular conjunto de seis obras de arte e seis textos, todos assinados pelos autores numa tiragem centenária. Cruza distintas gerações e sensibilidades artísticas, propiciando um novo olhar sobre o universo ficcional de Saramago", segundo um comunicado de imprensa da Embaixada de Portugal em Madrid, divulgado a propósito do Festival Internacional de Gravura e Arte Sobre Papel de Bilbau, conhecido como FIG Bilbao.

O CPS é uma das entidades convidadas do FIG Bilbao deste ano, que espera receber 10 mil visitantes entre quinta-feira e domingo, quando decorre o maior evento do festival, sob o formato de feira.

Além das "mulheres saramaguianas", o CPS leva a Bilbau obras de artistas "portugueses e estrangeiros, de justificada projeção internacional", como Pedro Calapez, Francisco Vidal, José de Guimarães, (com a "Série Bilbao", concebida especialmente para o festival), Margarida Lourenço, Amélia Soares, Filipe Romão, Juan Escudero (selecionado na edição anterior da FIG Bilbao para uma residência CPS) e Mónica Fuster.

Nesta 11.ª edição do FIG Bilbao há ainda uma outra presença de Portugal, a Perve Galeria, de Lisboa.

Segundo informação da Perve Galeria, no seu 'stand' no FIG Bilbao estará uma "mostra que reúne a obra de três artistas contemporâneos do campo da fotografia", José Chambel (São Tomé e Príncipe), o também escritor José Eduardo Agualusa (Angola) e Bogdan Gulyay (Ucrânia).

Além dos expositores de 50 galerias e diversas entidades, o FIG Bilbao integra um programa de atividades relacionadas com a gravura e "a arte sobre papel", como conferências, exposições, oficinas ou vistas guiadas.

Leia Também: Peça de teatro assinala centenário de Saramago em universidade de Madrid

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório