Meteorologia

  • 21 ABRIL 2024
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 24º

Teatro São João homenageia Ana Luisa Amaral com leitura dos seus poemas

As palavras da poeta Ana Luísa Amaral vão subir ao palco do Teatro Nacional São João (TNSJ), no Porto, no próximo dia 26 de novembro, numa leitura encenada dos seus poemas e dos que traduziu, foi hoje anunciado.

Teatro São João homenageia Ana Luisa Amaral com leitura dos seus poemas
Notícias ao Minuto

22:06 - 07/11/22 por Lusa

Cultura Teatro

A iniciativa intitula-se "Diz toda a verdade mas di-la oblíqua" e será interpretada por atores do elenco do espetáculo "Bruscamente no Verão Passado", a peça de Tennessee Williams que Ana Luísa Amaral traduziu para português e que estará pela primeira vez em cena no TNSJ, de 17 a 27 de novembro, anunciou o teatro em comunicado.

Esta nova tradução de Ana Luísa Amaral da peça "Bruscamente no Verão Passado" será ainda publicada em livro pelo Teatro Nacional São João.

O tributo prestado pelo teatro à poeta portuguesa vai buscar o título - "Diz toda a verdade mas di-la oblíqua" - a um verso de Emily Dickinson, um dos autores que Ana Luísa Amaral traduziu, e contará com leituras encenadas de poemas de autores como Shakespeare, Louise Glück, Elizabeth Bishop e John Updike, traduzidos por Ana Luisa Amaral e selecionados pela ensaísta Rosa Maria Martelo.

A leitura é dirigida por Afonso Santos e conta com a participação de Emília Silvestre, Marta Bernardes, Pedro Mendonça e Pedro Barros.

A sessão de homenagem terá lugar pelas 21:30, na sala principal do Teatro São João, e é de entrada gratuita, podendo a marcação de lugar ser feita previamente por telefone ou 'email'.

Ana Luísa Amaral foi investigadora, professora, ensaísta, ficcionista, tradutora e, transversal a tudo isto, poeta.

Fez um doutoramento na poesia de Emily Dickinson, especializou-se em Poéticas Comparadas, Estudos Feministas, Estudos Queer.

Recebeu os maiores prémios, nacionais e internacionais, do Prémio Vergílio Ferreira ao Grande Prémio de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores, do Correntes d'Escritas, ao Prémio Internazionale Fondazione Roma: Ritratti di Poesia, tendo sido ainda distinguida, no ano passado, com o Prémio Rainha Sofia de Poesia Ibero-Americana.

A sua obra encontra-se traduzida e publicada em mais de uma dezena de línguas e países.

Leia Também: 'Fazer um alfabeto de aniversários' em cena no Teatro do Bairro

Recomendados para si

;
Campo obrigatório