Meteorologia

  • 01 DEZEMBRO 2022
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 15º

Autora leva Portugal aos alemães através da literatura, comida e policiais

A paixão da autora e jornalista alemã Catrien George Ponciano levou-a a mudar-se para Portugal e a lançar recentemente o seu segundo policial e oitavo livro "Rache im Alentejo" ("Vingança no Alentejo").

Autora leva Portugal aos alemães através da literatura, comida e policiais
Notícias ao Minuto

13:13 - 29/09/22 por Lusa

Cultura Catrien George Ponciano

O primeiro contacto com a literatura portuguesa aconteceu quando tinha cerca de 25 anos e encontrou, numa livraria, o "Livro do Desassossego", de Fernando Pessoa.

"Vi numa livraria uma silhueta dum homem, com chapéu, óculos, bigode, na capa de um livro, com um título misterioso. Fiquei curiosa, abri o livro, comecei a ler (...) Li como uma viciada o livro todo e, até hoje, está aqui, ao meu lado", contou Catrien George Ponciano à agência Lusa.

A autora e jornalista alemã lançou recentemente o seu segundo romance policial que se desenrola em território português, desta vez no concelho de Grândola. "Rache im Alentejo" ("Vingança no Alentejo") contrasta dois crimes separados por 30 anos juntando o "peso causado pela ditadura" e os seus fantasmas.

"Este meu segundo livro pode ser visto como um espelho da nossa sociedade europeia. Precisamos de preservar as nossas memórias. Todas. Mas temos de falar sobre elas, sobre a glória e sobre a dor", descreveu.

A decisão de deixar a Alemanha e mudar-se para Portugal foi tomada em 1996, depois de uma viagem a Espanha que terminou em Sagres, mas só concretizada três anos depois. Nos primeiros seis anos trabalhou na restauração como Chefe, e aprendeu a falar português.

"Senti-me logo bem-vinda, e integrada (...). Lembro-me dos grelhadores pequeninos na rua, em frente às portas das casas, o cheiro das sardinhas e dos carapaus na brasa, o apito do 'senhor do peixe', o vendedor ambulante com bicicleta, e lembro-me bem da conversa nas ruas", recordou.

Em 2006 "trocou a faca pela caneta", quando uma revista alemã publicou a sua primeira série jornalística sobre culinária portuguesa. A partir daí começou a publicar vários artigos recomeçando a sua vida profissional. Já escreveu oito livros, e uma edição em inglês, sobre culinária e viagens, além de policiais.

"Os meus livros juntam observações pessoais, saberes tradicionais, conhecimentos profundos e ficção", apontou, acrescentando que os alemães têm mostrado muito interesse.

"Rache im Alentejo", publicado pelo Editora Emons, é a mais recente obra depois de "Das Lissabon des Fernando Pessoa" ("A Lisboa de Fernando Pessoa") e "Leiser Tod in Lissabon" ("Morte Silenciosa em Lisboa").

Leia Também: António Mega Ferreira vence Grande Prémio de Literatura de Viagens da APE

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório