Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2022
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 17º

Alentejo recebe mais de 40 artistas na 1.ª edição do Festival Futurama

Mais de 40 artistas e escritores vão participar na 1.ª edição do Festival Futurama, a decorrer entre sexta-feira e 22 de outubro em Mértola, Beja, Serpa e Castro Verde, com uma programação multidisciplinar e transfronteiriça.

Alentejo recebe mais de 40 artistas na 1.ª edição do Festival Futurama
Notícias ao Minuto

23:01 - 26/09/22 por Lusa

Cultura Festival

Filipe Sambado & Yamila, Nídia, Angélica Salvi & Tocadores de Viola Campaniça de Castro Verde, Wasted Rita, António Poppe & La Família Gitana, Cláudia Dias ou Fidel Évora são alguns dos artistas convidados para o festival que terá por palco naquelas cidades do Baixo Alentejo, ao longo de quatro fins de semana, começando por Mértola.

A programação percorre a música, artes visuais, artes performativas, literatura e cinema, com colaborações inéditas entre artistas e escritores portugueses e espanhóis neste certame, que tem direção artística de João Romão, como indica um comunicado da organização.

Mértola na sexta-feira, Beja (7 e 8 de outubro), Serpa (14 e 15 de outubro) e Castro Verde (21 e 22 de outubro) vão receber, ao longo de quatro fins de semana, uma programação artística transfronteiriça em castelos, igrejas, praças, jardins e bibliotecas.

Em Mértola, estreia a colaboração entre o jovem guitarrista Gaspar Varela e o guitarrista de flamenco Yerai Cortés, e acontece um 'workshop' de criação de vídeo e som, dirigido pelos artistas Carincur e João Pedro Fonseca, com os alunos da escola ALSUD.

Beja recebe a performance do coreógrafo e artista brasileiro Gustavo Ciríaco, resultado do 'workshop' com os alunos da Escola Secundária Diogo de Gouveia (7 de outubro), a instalação comissionada da artista plástica Wasted Rita, a estreia da colaboração de Filipe Sambado com a espanhola Yamila, uma performance participativa de Cláudia Dias, uma noite a cargo de Nídia, pela primeira vez no Alentejo, e ainda a estreia portuguesa do filme "O Novo Evangelho", de Milo Rau (8 de outubro).

Serpa será palco da parceria musical de Pedro da Linha e Álvaro Romero/Yeli Yeli (14 de outubro), da intervenção no espaço público a cargo de Fiumani, da exibição de "A Música Invisível", o documentário de Tiago Pereira sobre a riqueza e influência da música cigana em Portugal, da apresentação do espetáculo performativo e musical da multiartista 'afrotravesti' imigrante Puta da Silva e do projeto que tem raízes no Futurama, da autoria de António Poppe e La Família Gitana (15 outubro).

A encerrar o Futurama, em Castro Verde, o coletivo Os Espacialistas fará uma instalação e performance com os alunos da Escola Secundária de Castro Verde, o filme "As Sementes de Vandana Shiva" de Camilla e James Becket estreia-se em Portugal (21 de outubro), Ana Borralho e João Galante protagonizam uma performance com a comunidade e a harpista espanhola Angélica Salvi junta-se aos Tocadores de Viola Campaniça de Castro Verde para um espetáculo único a 22 de outubro.

Em todos os fins de semana do Festival, o concerto Cantexto, que nasce da interação de escritoras e escritores portugueses com grupos corais de cante alentejano, irá apresentar novas palavras e musicalidades criadas de propósito para a ocasião, através de diferentes vozes.

Os encontros entre Hélia Correia & Grupo Coral Guadiana, José Luís Peixoto & Grupo Coral de São João dos Caldeireiros, Patrícia Portela & Os Moços da Aldeia, Valério Romão & Cantadores do Desassossego estão no programa.

Juntam-se ainda Matilde Campilho & Grupo Coral e Etnográfico da Casa do Povo de Serpa, Gonçalo M. Tavares & Grupo Coral da Academia de Serpa, Djaimilia Pereira de Almeida & As Ceifeiras de Entradas e Tiago Rodrigues & Os Ganhões de Castro Verde.

Nas palavras do diretor artístico e programador John Romão, citado no comunicado da organização, a primeira edição do Festival Futurama "propõe uma nova vibração artística que se faz de cruzamentos de artistas de imenso prestígio, que viajam pelos mais prestigiados teatros, museus, centros culturais e festivais do país e do mundo, e que ganham, a partir de agora, no Baixo Alentejo, uma nova casa e laboratório para experimentarem com outros artistas, outras práticas e o património tão rico desta região".

O Futurama é financiado pela Direção Geral das Artes/Ministério da Cultura, e as câmaras municipais de Beja, Castro Verde, Mértola, Serpa, Vidigueira, Direção Regional de Cultura do Alentejo e Fundação Millennium BCP.

Leia Também: Entidades empregadoras têm responsabilidade com estatuto da Cultura

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório