Meteorologia

  • 27 SETEMBRO 2022
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 24º

Ana Luísa Amaral. SPA destaca um dos nomes mais marcantes da poesia

A poeta Ana Luísa Amaral, que morreu na noite da passada sexta-feira, no Porto, aos 66 anos, é "um dos nomes mais marcantes da produção poética nacional", assinalou hoje a Sociedade Portuguesa de Autores (SPA), numa nota de pesar.

Ana Luísa Amaral. SPA destaca um dos nomes mais marcantes da poesia

Ana Luísa Amaral, que publicou 17 títulos de poesia, recentemente reunida no volume "O Olhar Diagonal das Coisas", era associada da cooperativa de autores desde março de 2009.

A SPA recorda o início do percurso da poeta, em 1990, com o livro "Minha Senhora de Quê", realçando que "nunca assumiu o seu percurso poético como carreira, porque a sua carreira foi na universidade, onde ganhou prestígio e era admirada". 

Nascida em Lisboa, em abril de 1956, Ana Luísa Amaral vivia em Leça da Palmeira, Matosinhos, desde a infância.

Estudou Literatura, fez um doutoramento na poesia de Emily Dickinson, que traduziu, especializou-se em Poéticas Comparadas, Estudos Feministas, Estudos Queer.

Professora aposentada de Literatura Inglesa da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, era investigadora do Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa, somando publicações académicas e promovendo edições como o "Dicionário de Crítica Feminista", de que foi coautora, e mantendo viva a importância de obras como "Novas Cartas Portuguesas", de Maria Isabel Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa, cuja edição mais recente anotou.

Recebeu os maiores prémios, nacionais e internacionais, do Prémio Vergílio Ferreira ao Grande Prémio de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores, do Correntes d'Escritas, ao Prémio Internazionale Fondazione Roma: Ritratti di Poesia.

A poeta recebeu o Prémio Rainha Sofia de Poesia Ibero-Americana, no ano passado, e, em maio último, no âmbito do galardão, participou na 33.ª Noite de Poesia na voz dos seus autores, no Palácio Real de Madrid.

Em 2007, recebeu o Prémio Literário Casino da Póvoa/Correntes d'Escritas foi-lhe entregue por "A Génese do Amor".

Há dois anos, a associação das Livrarias de Madrid deu o prémio de Livro do Ano, na área de Poesia, à edição espanhola de "What's in a name", da escritora portuguesa.

Na RTP/Antena 2 participou no programa "O Som que os Versos Fazem ao Abrir".

A obra de Ana Luísa Amaral encontra-se traduzida e publicada em mais de uma dezena de línguas e países.

A Feira do Livro do Porto deste ano, que se realiza entre 26 de agosto e 11 de setembro, nos Jardins do Palácio de Cristal, vai celebrar a poeta e tradutora Ana Luísa Amaral, e terá como mote "Imaginar e Agir".

Leia Também: Ana Luísa Amaral, "uma paixão" pela poesia, pela palavra, pela língua

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório