Meteorologia

  • 17 AGOSTO 2022
Tempo
26º
MIN 17º MÁX 26º

Morreu a poetisa Ana Luísa Amaral

Escritora tinha 66 anos.

Morreu a poetisa Ana Luísa Amaral
Notícias ao Minuto

12:03 - 06/08/22 por Notícias ao Minuto

Cultura Literatura

A poetisa Ana Luísa Amaral morreu durante a noite de sexta-feira, aos 66 anos, vítima de doença prolongada, confirma este sábado a Universidade do Porto.

O velório da poetisa está marcado para as 17h00 deste sábado, na Capela do Corpo Santo, em Leça da Palmeira. Já o funeral será no domingo, no Tanatório de Matosinhos.

Ana Luísa Amaral nasceu em 1956 em Lisboa, mas viveu a maior parte da vida mais a norte, em Leça da Palmeira e Matosinhos, na Área Metropolitana do Porto.

Em comunicado, a Câmara Municipal do Porto lamentou a morte de Ana Luísa Amaral, que considera ser "uma das mais notáveis poetas, tradutoras e académicas portuguesas".

A autora publicou o seu primeiro livro, 'Minha Senhora de Quê', em 1990. Recentemente, a editora Assírio e Alvim, da Porto Editora, editou a obra poética de Ana Luísa Amaral, numa coleção que reúne poemas dos 17 livros da autora denominada 'O Olhar Diagonal das Coisas'.

No total, escreveu mais de três dezenas de livros, desde poesia, teatro, ficção, livros infantis e ensaios, além de ter trabalhado como tradutora.

Ana Luísa Amaral ficou também conhecida pelo seu trabalho no estudo da literatura feita por mulheres, nomeadamente através da poesia de Emily Dickinson. Em comunicado, a Universidade do Porto conta que a autora "dirigia o grupo internacional de pesquisa Intersexualidades" e era uma "referência internacional no campo dos Estudos Feministas" e nos estudos queer, contando "com uma importante obra realizada no campo académico, da qual se destaca o ensaio Dicionário da Crítica Feminista, em coautoria com Ana Gabriela Macedo".

A Feira do Livro do Porto vai homenagear a poetisa na edição deste ano, ao atribuir-lhe a Tília de Homenagem, à semelhança do que aconteceu com outros artistas celebrados em edições anteriores.

Ana Luísa Amaral foi também investigadora e professora aposentada na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Em comunicado, o reitor da universidade afirma que a escritora era "uma autora extraordinária, uma académica distinta e uma cidadã empenhada".

"A sua obra literária irá certamente garantir que o nome de Ana Luísa Amaral perdurará para todo o sempre, mas quem teve o privilégio de a conhecer de perto terá a memória de uma pessoa generosa e uma ativista dedicada às causas da igualdade e da solidariedade social", salientou o reitor, António de Sousa Pereira.

[Notícia atualizada às 12h21]

Leia Também: Feira do Livro do Porto com homenagem a Ana Luísa Amaral

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório