Meteorologia

  • 17 ABRIL 2024
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 28º

Tourada? "Não contem comigo para censurar práticas culturais e gostos"

Pedro Adão e Silva afirmou que não é aficionado de corridas de touros, mas disse que se deve "respeitar a forma como os outros olham para a Cultura".

Tourada? "Não contem comigo para censurar práticas culturais e gostos"
Notícias ao Minuto

10:30 - 12/05/22 por Notícias ao Minuto com Lusa

Cultura Pedro Adão e Silva

Pedro Adão e Silva, ministro da Cultura, esteve, esta quarta-feira, numa audição a propósito do Orçamento do Estado para 2022, nas comissões de Cultura e de Orçamento e Finanças, onde afirmou que o Governo vai manter a política fiscal sobre a tauromaquia e falou em "bom senso, sensatez e equilíbrio" em relação a esta prática. 

Em resposta às intervenções do Chega e do PAN - dois partidos com posições totalmente opostas em relação à tauromaquia - o governante disse que o Governo não tenciona descer o IVA de 23% aplicado às touradas, mas também não deve intervir nesta prática.

"Estou muito alinhado com os portugueses no bom senso, na sensatez e no equilíbrio. [...] Não contem comigo para censurar as práticas culturais e os gostos dos outros e fazer juízos definitivos", disse Pedro Adão e Silva.

O ministro afirmou ainda que não é aficionado de corridas de touros, mas disse que se deve "respeitar a forma como os outros olham para a Cultura".

Para o governante, há espaço para a representação das posições políticas do PAN e do Chega "e no meio há os portugueses", que não vão a corridas de touros, mas não querem impedir os outros de irem. "Não nos passa pela cabeça impedir os portugueses. O Estado não apoia as corridas de touros de nenhuma forma, e não é uma matéria em que o Estado se deve intrometer", sublinhou.

De recordar que esta posição "tolerante" de Pedro Adão e Silva contrasta com a advogada por Graça Fonseca, sua antecessora. A antiga ministra da Cultura chegou a dizer, em novembro de 2018, que as touradas eram "uma questão de civilização".

"Não há uma cultura de gosto. Isto não é individual. Todas as políticas públicas têm na sua base valores civilizacionais que partilhamos e perfilhamos e as civilizações evoluem", afirmou , na altura, ministra da Cultura no âmbito da apreciação Parlamentar, na especialidade, da proposta de Orçamento do Estado para 2019.

Leia Também: Chega propõe reposição do IVA a 6% sobre touradas

Recomendados para si

;
Campo obrigatório