Meteorologia

  • 29 MAIO 2022
Tempo
20º
MIN 16º MÁX 22º

'Spider-Man: No Way Home' é o 1.º filme a fazer mil milhões desde 2019

O filme alcançou a meta 12 dias depois da estreia.

'Spider-Man: No Way Home' é o 1.º filme a fazer mil milhões desde 2019
Notícias ao Minuto

10:52 - 27/12/21 por Notícias ao Minuto

Cultura Cinema

O novo filme da Marvel, 'Spider-Man: No Way Home', chegou aos mil milhões de dólares em receita global de bilheteira, no domingo, sendo o primeiro a consegui-lo em contexto pandémico.

Produzido pela Sony Pictures, o filme teve estreia internacional em 61 territórios, somando mil milhões de dólares (cerca de 885 milhões de euros) em 12 dias de exibição comercial.

Esta marca iguala a estreia de 'Guerra das Estrelas: O despertar da força', sendo ultrapassado apenas por ‘Avengers: Endgame’ (2019) e ‘Avengers: Infinity War’ (2018), que conseguiram o feito em cinco e 11 dias, respetivamente.

Até ao momento, 'Spider-Man: No Way Home' terá feito 1.05 mil milhões de dólares (cerca de 928.258.800 euros) em todo o mundo, sendo o primeiro a consegui-lo desde o brotar da pandemia. A produção cinematográfica alcançou ainda o título de filme do ano com mais receitas a nível global, segundo a Sony.

Em Portugal, segundo dados do Instituto do Cinema e Audiovisual, 'Homem-Aranha: Sem volta a casa', protagonizado pelo ator britânico Tom Holland, soma cerca de 364 mil espetadores desde que se estreou em 16 de dezembro.

Dos mil milhões de dólares de receita obtidos com 'Spider-Man: No Way Home', a Sony Pictures calcula que 467 milhões de dólares (412 milhões de euros) tenham sido arrecadados só nos Estados Unidos e no Canadá, e os restantes nos outros países onde se estreou comercialmente.

[Notícia atualizada às 12h42]

Leia Também: Bilhetes para o novo 'Spider-Man' atingem os 25 mil dólares no eBay

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório