Meteorologia

  • 28 JUNHO 2022
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 26º

'Raiz Fasciculada' inaugurada quarta-feira no Gabinete Gráfico no Porto

Botânica, pintura, desenhos na areia, meditação e museologia são alguns dos temas que a exposição "Raiz Fasciculada", a inaugurar na quarta-feira no Gabinete Gráfico, no Porto, materializa, através de texto e imagens, em 18 fascículos.

'Raiz Fasciculada' inaugurada quarta-feira no Gabinete Gráfico no Porto
Notícias ao Minuto

23:25 - 14/12/21 por Lusa

Cultura Exposição

Em comunicado, a Câmara do Porto revela hoje que o Gabinete Gráfico, situado na Biblioteca Municipal Almeida Garrett, recebe na quarta-feira a exposição 'Raiz Fasciculada', que "dá corpo e voz ao lançamento de 18 fascículos com temáticas e autorias que vão desde a botânica à música".

A botânica, pintura de género, meditação, desenhos na areia, museologia, música pop e a sociedade das abelhas são alguns dos temas que o Museu da Cidade propôs a vários autores para a produção de conhecimento, e que agora lança em forma de fascículos.

Com um horário prolongado, das 10:00 às 20:00, a exposição materializa estes temas através do texto, leitura e imagem.

Na quarta-feira, alguns dos autores, nomeadamente, Pedro Bandeira, António Poppe, Joao Sousa Cardoso, Alexandre Balona e Alastair Fuad-Luke, vão, na presença de colaboradores do Museu da Cidade, inagurar, pelas 18:00, a exposição com a orientação de Luis Araújo, do Ao Cabo Teatro.

A par da exposição, entre as 10:00 e as 14:30, vão decorrer oficinas de encadernação dos fascículos.

A iniciativa requer inscrição prévia, dada a lotação limitada face à pandemia da covid-19.

Na quinta-feira, dia 16 de dezembro, pelas 19:00, a Extensão do Romantismo é palco de um recital e conversa sobre os Natais Portugueses, do compositor Fernando Lopes-Graça.

A obra integra "harmonizações" de melodias populares portuguesas e é a quarta sessão do ciclo 'Música e Romantismo'. Após o recital, está prevista uma conversa com o escritor e investigador Pedro Eiras, onde irá abordar as virtualidades de plasticidade lírica e musical da obra interpretada.

A entrada para o recital tem um custo de quatro euros ou dois, para os visitantes que são portadores do cartão Porto, utilizadores das bibliotecas municipais ou estudantes.

Por sua vez, na sexta-feira, o Reservatório, a primeira estação do museu e mais ocidental da cidade, localizada no Parque da Pasteleira, é palco de um concerto de 'spoken word'.

Mao Mao é um projeto musical idealizado pelo escritor Valério Romão e pelo poeta José Anjos, e aborda os poemas chineses antigos e contemporâneos escritos por trabalhadores fabris. A sessão, cuja entrada é gratuita, conta com a participação de Adolfo Luxúria Canibal.

"O Museu da Cidade despede-se assim do ano de 2021, tendo já antecipado algumas das intenções de programação no próximo ano, que passam pela celebração do centenário da morte de Aurélia de Sousa e de continuar a abordar a Natureza", observa a autarquia.

Leia Também: Exposição nos Açores lança olhar coletivo sobre momentos de partilha

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório