Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2021
Tempo
23º
MIN 16º MÁX 28º

Edição

Poeta Fernando Aguiar distinguido no Prémio Bernard Heidsieck

O poeta experimental e performer Fernando Aguiar foi distinguido, em Paris, com a Menção Especial Fondazione Bonotto, na atribuição do Prémio Literário Bernard Heidsieck - Centro Pompidou 2021, foi hoje anunciado.

Poeta Fernando Aguiar distinguido no Prémio Bernard Heidsieck
Notícias ao Minuto

11:51 - 20/09/21 por Lusa

Cultura Poesia

Fernando Aguiar, nome chave na poesia visual e experimental em Portugal, que tem atualmente uma exposição com obras inéditas na Ato Abstrato -- Galeria de Arte, em Lisboa, fez recentemente a curadoria da exposição "Ana Hatherly -- Desenhar é falar com o silêncio", patente no Museo Vostell Malpartida, em Espanha, artista de quem possui um considerável acervo no seu arquivo.

O júri do prémio, que definiu Fernando Aguiar como uma das "mais destacadas" personalidades na poesia experimental, destacou as suas 'performances' poéticas, pela "construção metódica e semântica através do movimento", com apelo a "objetos, som, iluminação, letras e palavras, onde todos os sinais visuais e linguísticos são esteticamente usados para criar uma nova linguagem".

"As suas atuações são simultaneamente de poesia visual - uma vez que se baseiam numa ordenação no espaço de letras e palavras - e 'performance', através do jogo do corpo e da sua importância na revelação gradual do significado" de cada obra.

Nascido em Lisboa, em 1956, publicou mais de três dezenas de livros e realizou cerca de 40 exposição individuais em diversos países, nomeadamente, em Portugal, no Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian (Lisboa) e na Casa de Serralves (Porto).

Expôs também no Japão, no Tokyo Metropolitan Art Space, nos Estados Undios, no Mexic-Arte Museum (em Austin, Texas), em França, no Musée D'Art Contemporain (Marselha), e em Epanha, no Círculo de Bellas Artes (Madrid), entre outras instituições.

Participou na secção "Extra 50" da 50.ª Bienal de Veneza, e na 8.ª Bienal de Havana.

É autor do "Soneto Ecológico", uma obra de 'land-poetry' constituída por 70 árvores plantadas em 14 filas de cinco árvores, numa área aproximada de 110x36 metros, instalada em Matosinhos, em 2005.

Fernando Aguiar possui um arquivo constituído por cerca de 2.500 originais de poesia visual, e cerca de 50 mil documentos relacionados com poesia experimental e visual, e áreas como a arte conceptual, 'performance' e arte postal.

O Prémio de Honra Bernard Heidsieck - Centro Pompidou 2021, que distingue um poeta pelo conjunto da obra, foi este ano atribuído à autora sérvia Katalin Ladik (1942), considerada pelo júri "figura maior e histórica da poesia experimental".

O Prémio Literário Bernard Heidsieck -- Centro Pompidou 2021, que distingue um autor pela sua criação literária, além da edição em livro, foi atribuído à artista croata Nora Turato (1991).

O Prémio Bernard Heidsieck -- Centre Pompidou tem sido atribuído a autores internacionais como Lamberto Pignotti, Jonh Giorno, Alain-Arias Misson, Richard Kostelanetz ou Clemente Padin.

Bernard Heidsieck (1928-2014) foi um poeta experimental e sonoro, e esteve em Portugal em 1987 para participar no Simpósio do 1.º Festival Internacional de Poesia Viva, no Museu Municipal Santos Rocha, na Figueira da Foz.

Leia Também: 'The Crown' domina Emmys, 'Ted Lasso' vence comédia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório