Meteorologia

  • 24 OUTUBRO 2021
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 25º

Edição

'Belfast', de Kenneth Branagh, vence Festival de Cinema de Toronto

'Belfast', de Kenneth Branagh, inspirado na infância do ator e realizador naquela cidade da Irlanda do Norte, foi o grande vencedor do 46.º Festival Internacional de Cinema de Toronto (TIFF), um indicador das hipóteses nos Óscares.

'Belfast', de Kenneth Branagh, vence Festival de Cinema de Toronto
Notícias ao Minuto

06:07 - 19/09/21 por Lusa

Cultura TIFF

A longa-metragem de ficção, rodada a preto e branco, integra elementos da infância de Branagh em Belfast, durante o conflito na Irlanda do Norte (conhecido em inglês por 'The Troubles'), no final dos anos 1960, contando com os atores Jamie Dornan, Judi Dench e Ciaran Hinds.

Os principais prémios do TIFF são atribuídos por votação do público do festival, nas áreas de Ficção e Documentário.

A honra máxima do festival, o 'People's Choice Award', atribuída pelo público, é considerada como um prenúncio dos prémios norte-americanos de cinema.

Os nove vencedores anteriores nesta categoria do TIFF foram todos nomeados para o Óscar de Melhor Filme, incluindo '12 anos escravo', 'Green Book - Um guia para a vida' e a escolha do ano passado, 'Nomadland', de Chloé Zhoe.

O vencedor do prémio de Documentário foi 'The Rescue', de E. Chai Vasarhelyi e Jimmy Chin, sobre a missão de resgate dos jovens presos numa gruta no norte da Tailândia, em 2018.

O prémio da Federação Internacional de Críticos de Cinema (FIPRESCI) foi para 'Anatolian Leopard', do realizador turco Emre Kayis.

O prémio NETPAC, atribuído em paralelo, foi para 'Costa Brava, Lebanon', da realizadora libanesa Mounia Akl.

Outras distinções incluíram o prémio Plataforma, atribuído por um júri liderado pelo ator Riz Ahmed a 'Yuni', da realizadora indonésia Kamila Andini.

O vencedor do Prémio Changemaker da Fundação Shawn Mendes foi 'Scarborough', realizado pelos canadianos Shasha Nakhai e Rich Williamson.

A coprodução portuguesa 'Sycorax', realizada pelo espanhol Lois Patiño e pelo argentino Matías Piñeiro e rodada nos Açores, fazia parte da competição de 'curtas' do TIFF, que este ano contou com 38 filmes, mas não obteve nenhum dos prémios para os quais era elegível.

No programa de curtas-metragens, o júri atribuiu o Prémio de Melhor Filme a 'Displaced / Pa Vend', realizado por Samir Karahoda.

A longa-metragem 'Diários de Otsoga', de Maureen Fazendeiro e Miguel Gomes, foi uma das seis 'longas' exibidas na secção Wavelengths.

A 46.ª edição do TIFF, codirigido pela programadora portuguesa Joana Vicente, decorreu entre 09 de setembro e sábado, tendo contado com 200 filmes na seleção oficial, mostrada presencialmente e 'online'.

Leia Também: Festival de curtas em Évora começa segunda com antestreia brasileira

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório