Meteorologia

  • 04 FEVEREIRO 2023
Tempo
MIN 7º MÁX 18º

Orquestra Clássica da Madeira quer o renascer da vida cultural da região

A Orquestra Clássica da Madeira apresentou hoje a temporada 2021/22, que tem início sábado, no Centro de Congressos da Madeira, com o objetivo de contribuir para o "renascer da vida cultural da região".

Orquestra Clássica da Madeira quer o renascer da vida cultural da região
Notícias ao Minuto

20:29 - 31/08/21 por Lusa

Cultura Música

"Todos nós estamos empenhados, com ambição e com grande entusiasmo, em oferecer momentos inesquecíveis ao nosso público com a segurança que é exigida. A Orquestra Clássica quer contribuir para o renascer da vida cultural da nossa região", sublinhou a presidente da Associação Notas e Sinfonias Atlânticas, Vanda França Correia de Jesus.

A presidente da instituição que gere e dinamiza a Orquestra Clássica da Madeira (OCM) há oito anos falava na conferência de apresentação da nova temporada, que se inicia em 04 de setembro e termina em 01 de janeiro.

Vanda França Correia de Jesus disse ainda que a instituição continua "empenhada em contribuir para as áreas da educação, cultura e turismo da Região Autónoma da Madeira (RAM)".

"Ambicionávamos apresentar até julho, mas, com as dificuldades que são conhecidas por todos, optámos por, de uma forma segura, programar até 01 de janeiro", completou o diretor artístico, Norberto Gomes.

Até 01 de janeiro de 2022 serão apresentados 12 programas diferenciados com toda a orquestra e o dobro de programas com música de câmara.

Para os espetáculos com mais de 100 espetadores, é obrigatória a apresentação de um teste negativo.

"Será solicitado um código ao IA Saúde, que permitirá que as pessoas se possam dirigir aos estabelecimentos aderentes à testagem para realizar gratuitamente o teste rápido antigénio válido até 48 horas que antecedem o concerto", explicou Vanda França Correia de Jesus.

As medidas atualmente em vigor na Madeira permitem uma ocupação de dois terços da capacidade das salas de espetáculo.

O diretor artístico, Norberto Gomes, fez o lançamento da nova temporada, intitulada 'Grandes artistas. Grandes momentos!', destacando que a "estabilidade artística" alcançada até março de 2020 permitiu "neste momento de retoma e esperança programar com mais ambição, diversificando a paleta de propostas musicais".

"É com orgulho assumido que olhamos para a história da atividade artística da Orquestra Clássica da Madeira e, com responsabilidade, deslumbramos um futuro novamente risonho para a atividade musical na região", afirmou, enfatizando que antes "olhavam para cada temporada como um desafio, mas que, neste momento, o desafio reside em cada concerto".

A Orquestra Clássica da Madeira conta com 57 anos de existência e tem atualmente uma formação fixa de 43 elementos.

O maestro convidado para dirigir a Orquestra Clássica da Madeira no concerto inaugural, Martin André, afirmou que o primeiro espetáculo vai abrir a temporada com as obras Abertura da Ópera William Tell de Rossini, Concerto para violoncelo em MI menor, Op.85 de Edward Elgar e O Lago dos Cisnes -IV act, de Piotr Ilitch Tchaikoovsky.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório