Meteorologia

  • 24 SETEMBRO 2021
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 23º

Edição

Obras de sete criadores no Festival de Dança Contemporânea em Évora

Coreografias de sete criadores vão ser apresentadas na edição deste ano do Festival Internacional de Dança Contemporânea (FIDANC), que vai decorrer em Évora, de 16 de setembro a 02 de outubro, revelou hoje a organização.

Obras de sete criadores no Festival de Dança Contemporânea em Évora
Notícias ao Minuto

15:00 - 02/08/21 por Lusa

Cultura Dança Contemporânea

O evento é promovido pela Companhia de Dança Contemporânea de Évora (CDCE) e vai realizar-se ao vivo, em diversos espaços na cidade, e também 'online', com um programa que, além dos espetáculos e 'performances', inclui 'workshops', sessões de vídeo dança, encontros e conversas.

O cartaz é preenchido "por obras de criadores emergentes e criadores com percurso, cujas áreas de trabalho têm como foco as dimensões do corpo, do movimento, da dança contemporânea e da linguagem coreográfica, no cruzamento com outras áreas artísticas e de pensamento", explicou a CDCE, em comunicado.

As iniciativas em cartaz têm como objetivo, "através da dança contemporânea, devolver alguma normalidade à vida", afetada pela pandemia de covid-19, frisou a organização.

O Teatro Garcia de Resende, a Black Box da Companhia de Dança Contemporânea de Évora e a Praça do Giraldo são os "palcos" escolhidos para a edição deste ano do festival.

O espetáculo 'Sopa de Jerimu', da criadora Graça Ochoa, direcionado para a infância e para público em contexto familiar, dá o "pontapé de saída" do FIDANC, no dia 16 de setembro.

'Encómio | Aos ossos, à bravura e ao sono dos cetáceos' é o título da obra coreográfica que, nos dias 17 e 18, o "criador emergente" Flávio Rodrigues leva a Évora.

Por seu turno, o também "criador emergente" Gonçalo Almeida Andrade apresenta neste festival, a 18 de setembro, em várias sessões ao longo do dia, a sua mais recente criação, 'When the Fear Becomes a Virtue'.

A coreógrafa Nélia Pinheiro, da CDCE, apresenta, nesse mesmo dia, mas à noite, a sua criação 'Chico', um espetáculo de homenagem ao percurso do músico brasileiro Chico Buarque, com a participação especial do Nuno Bastos Trio, que vai interpretar a música ao vivo.

As outras propostas são 'Vasto', de Amélia Bentes (dia 25), um projeto em coprodução com a CDCE, 'Exposição', projeto artístico de Costanza Givone (01 de outubro), e 'Yellow Puzzle Horse', de Dinis Machado (02 de outubro).

"Para a infância, além do espetáculo de abertura, criámos conteúdos nas plataformas 'online'", os quais são direcionados para os mais novos e suas famílias, para serem vistos "em casa ou na escola", referiu a CDCE, indicando que vão ter também lugar, à distância, conversas com os alunos sobre os espetáculos.

O FIDANC é um evento anual que, desde 1998, apresenta a dança contemporânea na cidade de Évora, "impulsionando a dinâmica cultural urbana", disse a companhia.

A CDCE é uma estrutura financiada pelo Ministério da Cultura, através da Direção-Geral das Artes, e conta com o apoio da Câmara de Évora.

Leia Também: Artistas de sete países nomeados para os Prémios da Música Portuguesa

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório