Meteorologia

  • 17 OUTUBRO 2021
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 23º

Edição

Candidatura da Covilhã a Cidade do Design aceite pela UNESCO Portugal

A candidatura da Covilhã a Cidade Criativa do Design foi aceite pela UNESCO Portugal e vai passar à fase seguinte, disse hoje aquele município do distrito de Castelo Branco.

Candidatura da Covilhã a Cidade do Design aceite pela UNESCO Portugal
Notícias ao Minuto

11:26 - 30/06/21 por Lusa

Cultura Covilhã

Em nota de imprensa envida à agência Lusa, o município presidido por Vítor Pereira refere que foi hoje notificado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO, na sigla em inglês) Portugal da aceitação formal da candidatura da Covilhã à Rede de Cidades Criativas da UNESCO, na área do Design.

"Após três anos de preparação, a versão final da candidatura da Covilhã a Cidade Criativa da UNESCO na área do Design foi submetida com sucesso e sujeita a avaliação prévia por parte da Comissão Nacional da UNESCO, que a considerou completa e a selecionou como uma das duas candidaturas nacionais que passam à fase seguinte, após aplicação dos critérios de seleção previamente estabelecidos", aponta esta Câmara.

Os documentos submetidos à Comissão Nacional serão agora incluídos no dossiê final da candidatura que seguirá para Paris, sede internacional da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, segundo acrescenta.

De acordo com a informação, o presidente da Comissão Nacional da UNESCO, José Moraes Cabral, endereçou ao Município da Covilhã o ofício que formaliza a aceitação da candidatura e a carta de apoio à nomeação da Covilhã a Cidade Criativa em Design, desejando à cidade os melhores sucessos nesta pretensão.

"A referida carta de apoio sublinha a 'rica herança cultural e histórica' da Covilhã, indissociável do seu património têxtil, da indústria de lanifícios e do pioneirismo no ensino do debuxo, que 'transformaram a cidade num espaço onde a criatividade é favorecida e o design se tornou um ativo essencial na construção do futuro'".

O comunicado acrescenta ainda que a carta de apoio também destaca "a heterogénea comunidade de designers, artesãos, criadores, investigadores, associações, empresas e indústrias que se dedicam ao ensino, prática, partilha e disseminação de sinergias, alcançando reconhecimento a nível nacional e internacional".

A nota sublinha igualmente que o executivo municipal, o diretor executivo da candidatura, Francisco Paiva, e a equipa de projeto C3D UNESCO receberam a confirmação das suas expectativas com "grande satisfação", interpretando-a como "o culminar de um esforço coletivo para enaltecer a Covilhã e as suas gentes, abrindo caminho a novas oportunidades de desenvolvimento com base no design sustentável".

"A aceitação formal da candidatura da Covilhã à Rede de Cidades Criativas da UNESCO pela Comissão Nacional desta tão prestigiada organização é uma excelente notícia. É um sinal positivo e revelador do cuidado, rigor e ambição que presidiu à elaboração desta candidatura, alicerçada na nossa história, ligada à indústria têxtil, à inovação, ao design, mas com os olhos postos no futuro. Estamos perante uma grande oportunidade para elevar e potenciar a Covilhã - e toda a região - à escala internacional", diz o presidente da Câmara, Vítor Pereira, que é citado na nota de imprensa.

A Rede de Cidades Criativas da UNESCO foi criada em 2004 com a missão de desenvolver a cooperação internacional entre cidades que identificaram a criatividade como um fator estratégico para o desenvolvimento sustentável.

Leia Também: Governo dos Açores apoia candidatura de Romeiros a Património Imaterial

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório