Meteorologia

  • 29 JULHO 2021
Tempo
22º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Centro Internacional de Dramaturgia da Guarda promove Novos Bardos

O Centro Internacional de Dramaturgia da Guarda vai organizar naquela cidade o Festival Novos Bardos, de 28 de junho a 4 de julho, com a participação de "prestigiados e premiados" convidados nacionais e internacionais, anunciou hoje a organização.

Centro Internacional de Dramaturgia da Guarda promove Novos Bardos
Notícias ao Minuto

14:04 - 22/06/21 por Lusa

Cultura Festival

O brasileiro Domenico Lancellotti, a norueguesa Line Rosvoll, o norte-americano John Eisner e o britânico Chris Thorpe "são algumas das estrelas" do cartaz do Festival Novos Bardos na Guarda, promovido pelo recém-criado Centro Internacional de Dramaturgia (CID), que tem sede no Teatro Municipal da Guarda e é dirigido pelo ator e encenador Marcos Barbosa.

Segundo a organização, "também muito importante é a participação de Jacinto Lucas Pires, Ricardo Gomes, Pedro Mexia, Rui Tavares, Tomás Cunha Ferreira, Jorge Andrade, Ivo Alexandre, António Guedes, Diana Lara e Pedro Moldão".

"O John Clinton Eisner, por exemplo, é diretor artístico emérito da Lark Play Development Center em Nova Iorque e o Chris Thorpe é escritor e performer de Manchester, membro fundador do Unlimited Theatre e escreveu para o National Theatre, para a BBC e para a West Yorkshire Playhouse", acrescenta a fonte, indicando que ambos vão dar aulas em 'workshop' a estudantes que queiram participar na iniciativa de descentralização cultural.

O CID da Guarda lança "uma vasta programação de estreias de teatro, concertos de música, debates e 'workshops' com prestigiados e premiados convidados nacionais e internacionais", refere.

O diretor do CID, Marcos Barbosa, disse hoje à agência Lusa que o Festival Novos Bardos, que permitirá a formação dramatúrgica e a discussão sobre as novas dramaturgias, irá decorrer "em formato concentrado".

"Durante uma semana vamos ter formações de manhã e à tarde e espetáculos à noite. Tentando haver uma ligação entre as coisas. Os próprios formadores também serão os responsáveis pelos espetáculos e há uma ligação entre todas as atividades. É uma espécie de submersão completa na escrita para teatro e nas formas como se pode escrever e criar espetáculos", explicou.

Segundo Marcos Barbosa, a iniciativa, que marca o arranque do CID, inclui atividades a realizar no Teatro Municipal da Guarda e também na aldeia de Famalicão da Serra.

O evento já tem confirmada a participação de elementos de algumas escolas superiores de teatro e de escolas profissionais e serão abertas inscrições para o público em geral, vaticinando o diretor do CID que o mesmo "vai ser um sucesso".

Como a Guarda é uma das candidatas a Capital Europeia da Cultura 2027, o CID assume-se como uma aposta forte para a candidatura. 

"E, sobretudo, a Guarda, parece-me que está a escolher o caminho certo que é estar nesse processo de candidatura, mas aproveitá-lo para criar estruturas que aumentam, desde logo, a qualidade de vida na cidade. E isso é um pensamento para o futuro e acho que essa é a forma certa de estar nestes processos", afirmou Marcos Barbosa.

O município da Guarda criou o CID em março, um projeto que conta com sete países parceiros e que vai acolher escritores, encenadores, atores, tradutores, académicos, artistas e críticos, nacionais e internacionais.

O novo projeto na área das artes de palco, que foi apresentado na véspera do dia Mundial do Teatro, tem direção de Marcos Barbosa, diretor da Escola do Largo, em Lisboa.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório