Meteorologia

  • 20 JUNHO 2021
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

Festival Portas do Sol leva artes de rua ao centro histórico da Covilhã

A Covilhã vai ser palco, entre os dias 1 e 3 de julho, do Festival Portas do Sol, que aposta nas artes de rua para dar nova vida ao centro histórico da cidade, anunciou a organização.

Festival Portas do Sol leva artes de rua ao centro histórico da Covilhã
Notícias ao Minuto

12:55 - 11/06/21 por Lusa

Cultura Covilhã

Organizado pela ASTA - Associação de Teatro e Outras Artes, o evento contará com espetáculos de música, circo, dança e poesia e é levado a cabo pelo segundo ano consecutivo, depois da primeira edição, realizada em tempo de pandemia, ter "ultrapassado todas as expectativas".

"Estão lançadas as sementes para o futuro das artes de rua na cidade", aponta a ASTA em comunicado.

De acordo com a informação, o certame procurará, uma vez mais, levar "diferentes manifestações artísticas ao encontro dos públicos e, simultaneamente favorecer a afirmação das artes de rua como tendência democratizante e emancipadora, capaz de gerar uma atitude criativa inovadora e reivindicativa".

Frisando que a "cultura e as artes não têm barreiras", a organização sublinha que o Portas do Sol será um espaço livre, sendo que os espetáculos vão ser apresentados em vários pontos fulcrais desta cidade do distrito de Castelo Branco.

O início está marcado para as 19h00 do dia 1 de julho, no Miradouro Portas do Sol, com a seleção musical de Nuno Santos Dias, natural da Covilhã.

No mesmo dia, às 20h30, a companhia espanhola Malabaracirco apresenta o espetáculo de circo contemporâneo 'On', na Praça do Município.

Uma hora depois, é apresentado no Mercado Municipal, o espetáculo de cruzamentos disciplinares 'Cântico Negro', com produção TeatrUBI/ASTA.

Às 22h30, no Miradouro das Portas do Sol, Vera Mantero acompanhada por Gabriel Godoi na guitarra, canta Caetano Veloso, compositor, poeta e cantor brasileiro.

No dia 2 de julho, o programa conta com a música de DeeKay (Victor Afonso, da Guarda), que será apresentada no Miradouro Portas do Sol, às 19 horas.

Às 21 horas, no Miradouro das Portas do Sol, sobe ao palco a companhia WETUMTUM (Oliveira do Bairro), com o espetáculo de circo contemporâneo 'Crash Duo Circus'.

'UNO', um espetáculo de dança aérea da companhia de dança vertical Del Revés (Espanha), está marcado para as 22h00, na Igreja de Santa Maria.

Para as 23h00, no Miradouro Portas do Sol, está marcada a atuação musical de José Torres Trio (Espanha).

No dia 3 de julho, às 19 horas, no Miradouro Portas do Sol decorre a performance de música e poesia 'Sons e Letras', com Leonor Afonso e Cristiano Ramos (Bragança).

Seguem-se dois espetáculos de circo contemporâneo, o primeiro da companhia italiana Carpa Diem, que apresenta 'Doce Salto', na Praça do Município, às 21h00, enquanto às 22h00 será a companhia espanhola El Fedito a apresentar o circo contemporâneo 'OYON', atrás do edifício da Câmara.

O festival encerra às 23 horas, com o concerto do grupo CRIATURA, não largo da Rua António Augusto Aguiar.

Leia Também: Festival de Música Estoril Lisboa homenageia vítimas da pandemia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório