Meteorologia

  • 17 SETEMBRO 2021
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 26º

Edição

Ana Moura mais "independente" e perto do público através da tecnologia

Aos 41 anos, a fadista decidiu fazer uma mudança radical na sua vida profissional.

Ana Moura mais "independente" e perto do público através da tecnologia

A fadista Ana Moura anunciou, esta segunda-feira, que decidiu fazer uma mudança radical na sua vida profissional e tornar-se mais "independente", ou seja, prescindir da editora, da agência e das restantes estruturas que a amparavam na sua carreira.

Num comunicado enviado ao Notícias ao Minuto, a fadista, de 41 anos, começou por agradecer "a todas as pessoas" que a rodearam ao longo destes anos, garantindo que "nunca" as vai esquecer, mas, "após muita reflexão", sentiu, neste momento, "uma necessidade de mudança para seguir um novo caminho" que quer que seja "mais direto" com o público para que os fãs "possam participar diretamente em todos os aspetos" da sua carreira.

"Eu canto porque é isso que me faz viver, mas faço-o sempre numa partilha com quem me ouve. E comecei a sentir que o caminho mais natural seria envolver as pessoas que sentem a minha música como delas a participarem em todos os aspetos da minha atividade como nos direitos das músicas, nas digressões e em tudo o que está por vir, que sempre sonhei realizar e que agora posso concretizar, porque há um novo mundo digital que possibilita esta relação direta convosco", realçou.

A artista pretende assim utilizar a tecnologia para esta aproximação, seja através das redes sociais, como de outros meios que a internet e a tecnologia oferecem, nomeadamente, os NFT’s (Non-Fungible Token) que, tal como explicou Ana Moura na mesma nota, correspondem a "um novo conceito de valorização do trabalho dos artistas através da tecnologia blockchain que tem aberto inéditas oportunidades de expressão artística e de relacionamento com novos públicos".

"Julgo ser uma das primeiras artistas musicais em todo o mundo a assumir que, em alguma medida, pretendo disponibilizar ao público, através das redes, todos os aspetos da minha carreira, criando uma relação direta que permita que todos partilhem do meu processo e sucesso, desde a conceção até aos possíveis resultados.  O mais perfeito exemplo disso será a emissão de um NFT que acontecerá antes do lançamento do meu novo single no fim de abril", revelou ainda a fadista.

Ana Moura termina a divulgação desta nova fase da sua vida anunciando que os fãs "também vão poder participar sobre os direitos de parte das músicas" que se tornam na canção do casamento, "na música de amor entre o neto e a avó, na música que reconfortou num momento mais triste ou que os elevou dando esperança e força para seguirem sonhos".

"Estaremos ainda mais juntos neste novo caminho", promete, por fim, a artista.

Leia Também: De luto, Ana Moura agradece onda de carinho e destaca desenho especial

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório