Meteorologia

  • 25 MAIO 2019
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 17º

Edição

Livro "para pintar a Figueira da Foz" oferecido a crianças

Um livro para pintar, que retrata locais emblemáticos e atividades tradicionais da Figueira da Foz, vai ser distribuído gratuitamente a mais de 2.000 alunos do 1º ciclo de escolas do concelho, disse à agência Lusa o autor.

Livro "para pintar a Figueira da Foz" oferecido a crianças
Notícias ao Minuto

14:20 - 09/02/14 por Lusa

Cultura Iniciativa

A obra, intitulada "A Figueira da Foz Pintada de Fresco" é um projeto do artista gráfico e desenhador Álvaro Cação Biscaia, apoiado por 22 empresas e entidades públicas e privadas, como a Associação Comercial e Industrial local, o Casino Figueira ou a junta de freguesia de Lavos, entre outras.

O projeto, definido pelo autor como "uma porta aberta para novas aventuras", começou a ser pensado há uns anos, quando Cação Biscaia percebeu, perante um postal ilustrado da antiga doca da cidade (aterrada em meados da década de 1980 para prolongar uma avenida e construir parques de estacionamento) mostrado a alunas do ensino secundário, que estas não conheciam o local.

"A Figueira era tão bonita nesta altura", exclamou uma das alunas perante Cação Biscaia, que percebeu que as estudantes também não sabiam a história da Casa do Paço, fronteira ao rio, antiga residência do bispo de Coimbra edificada em finais do século XVII e que alberga o maior conjunto do mundo de azulejos holandeses de Delft.

"Resolvi fazer o livro para que os jovens possam conhecer e dar a conhecer o concelho da Figueira da Foz", frisou Cação Biscaia, 71 anos, que é também autor de obras de investigação histórica sobre a cidade ou a linha de caminho-de-ferro da Beira Alta.

O livro, com 44 páginas e uma edição prevista de 2.500 exemplares "viaja" por diversas zonas do concelho, para ajudar não só as crianças da cidade, mas também de povoações das freguesias rurais ou não urbanas a conhecerem melhor a sede do município como a partilharem com os amigos outros locais que melhor conhecem, à porta de casa.

"E para confirmares os teus conhecimentos e a tua criatividade usa as cores e os materiais que quiseres. O objetivo é que tudo fique pintado, de fresco, para que melhor reconheças o sítio onde vives ou que visitas de vez em quando", escreve o autor, dirigindo-se aos jovens destinatários da obra.

Álvaro Cação Biscaia, que foi professor de Educação Visual e chegou a ser presidente da Naval 1º de Maio, um dos mais antigos clubes portugueses, revelou à agência Lusa o "prazer" que foi desenhar todas as ilustrações que compõem o livro - no qual colabora, também, a filha, Ana Biscaia, vencedora, em 2013, do Prémio Nacional de Ilustração - destacando "algumas réplicas dos painéis da produção do sal, os pescadores da Leirosa ou a textura das garças que habitam as lagoas de Quiaios".

"E também a cegonha pernalta que é o derradeiro habitante do mosteiro de Seiça", hoje em ruínas.

Já Ana Biscaia, "ilustradora, filha e fã" do autor sintetizou que "A Figueira da Foz Pintada de Fresco" é um livro "cheio de sabedoria e destreza de mão".

"É preciso amar muito uma cidade para se pensar num livro destes", sustentou.

A obra é apresentada publicamente segunda-feira, às 17:30, no Olaias Restaurante e Caffe, situado no Centro de Artes e Espetáculos da Figueira da Foz.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório